LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 8801

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Namorado asfixiou mulher após briga por vídeo pornô no celular

O comerciante José Carlos de Oliveira Júnior, que confessou ter matado a namorada em Goiânia após briga por ciúme (Foto: Vitor Santana/G1)
O comerciante José Carlos de Oliveira Júnior, que confessou ter matado a namorada em Goiânia após briga por ciúme

Preso suspeito de matar a namorada asfixiada em Goiânia, o comerciante José Carlos de Oliveira Júnior, de 37 anos, disse nesta segunda-feira (19) que cometeu o crime durante uma briga por ciúmes. Ele afirmou que recebeu um vídeo pornográfico em um grupo de mensagens em celular, o que teria incomodado a servidora pública Giselle Evangelista. O homem foi autuado por feminicídio. A pena, de acordo com o Código Penal, varia entre 12 e 30 anos de prisão.
"Tudo gerava briga, ciúmes. Eu não perdi a cabeça naquele dia, já tinha perdido há muito tempo", declarou na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios.

Giselle Evangelista, de 38 anos, foi encontrada morta em apartamento Goiânia Goiás (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Giselle Evangelista, de 38 anos, foi encontrada morta em apartamento em Goiânia

O comerciante também disse que o relacionamento era conturbado e que se arrepende do crime. "A gente estava chegando a um acordo de terminar. Ela era a mulher que eu amava, a quem eu me dedicava. Eu trocaria de lugar com ela, se eu pudesse".
O corpo de Giselle foi localizado na tarde da última sexta-feira (16), em um prédio na Vila Alpes, em Goiânia, onde mora José Carlos. Familiares da vítima contaram à polícia que não conseguiram contato com o casal. Por isso, foram até o prédio em busca de informações e a acharam morta. Horas antes da vítima ser encontrada, câmeras de segurança do condomínio flagraram o casal passando pelo saguão.
Os dois namoravam há dois anos. Segundo a polícia, em 2017, José Carlos chegou a trair a companheira, mas os dois mantiveram o relacionamento. Porém, os dois tinham constantes discussões.
Em depoimento, o homem contou que, durante o crime, pensou em desistir. "Enquanto ele a asfixiava, pensou em desistir, mas lembrou da Lei da Maria da Penha, que protege as mulheres, e decidiu continuar. Depois, disse que ainda tentou fazer procedimentos para reanimar a vítima, colocando um ventilador próximo e fazendo massagem cardíaca".///pinheirinho.net

QUADRA CHUVOSA - Aporte de água das chuvas chega a 98 reservatórios no Ceará


BARRAGEM do Açude Carnaubal registrou cheia no último fim de semana  CARLINHOS ARAÚJO/ ESPECIAL PARA O POVO
BARRAGEM do Açude Carnaubal registrou cheia no último fim de semana

Nos últimos sete dias, 98 reservatórios dos 155 monitorados pela gestão pública cearense receberam aporte total de 77,1 milhões de metros cúbicos (m³) de água. O acumulado foi possível devido às chuvas regulares e intensas que recentemente caíram sobre quase todas as regiões do Estado, principalmente no Litoral Norte. O monitoramento diário deu conta ainda de que fevereiro nem terminou e já registrou precipitações 29% acima da média para o mês.
De acordo com a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), da forma como têm acontecido, as chuvas têm servido para encharcar o solo e recarregar pequenos e médios reservatórios.
Só depois dessa recuperação é que se torna possível para a água pluvial escoar de rios influentes como o Jaguaribe e o Salgado e desembocar em açudes maiores e mais estratégicos como o Castanhão, o Orós e o Banabuiú. O Orós, já chegou a apresentar um pequeno aporte, considerando que seu espelho d’água subiu de cinco a seis centímetros de dezembro do ano passado, início da pré-estação, até hoje.
Nos próximos dias, é possível que continue chovendo em todo o Ceará, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).
Na próxima semana deve ser divulgado o segundo prognóstico para a quadra, agora, englobando os meses de março, abril e maio.

AÇUDES - O estoque de água no Ceará é de 7%, segundo o Portal Hidrológico. O Orós está com 5,8% da capacidade e o Banabuiú, com 0,45%. Ontem, o açude João Luís saiu do volume morto.

PREVISÃO - No início do ano, a Funceme previu que a quadra chuvosa de 2018 teria possibilidade de ser 40% acima da média, 35% em torno e 25% abaixo.

Wesley Safadão anuncia que será pai pela terceira vez



Wesley Safadão usou seu Instagram para anunciar que será papai pela terceira vez. Thyane Dantas, mulher do cantor, está grávida. Os dois já são pais de Ysis, de 3 anos. E Safadão também é pai de Yhudi, de 7 anos, de sua relação com Mileide Mihaile.

“E quando no dia do aniversário do seu amor é você quem ganha o presente? Quando um dos maiores presentes de Deus na sua vida aproveita esse dia único pra dizer que tem outro presente lindo a caminho? Ô Deus bom! É muita benção, Senhor”, comemorou o cantor, aproveitando a publicação para parabenizar a mulher pelo aniversário de 27 anos.

“Meu amor, você é a pessoa que Deus escolheu pra mim e eu me emociono só de pensar no quanto você me faz bem, no quanto você me completa e no quanto penso em você da hora que acordo até a hora que vou dormir! Sempre que estamos perto podemos vibrar na mesma sintonia e mesmo quando eu tô longe, sinto que meu coração bate junto com o seu! Isso é amor de verdade e a maior felicidade que a vida me deu! Hoje além de agradecer pela sua vida; estamos radiantes e explodindo de felicidade porque Deus está trazendo ao mundo mais uma herança do senhor. Mais um filho que virá cheio de carinho e saúde em nome de Jesus. Só posso dizer: Obrigada, Deus, pela esposa linda, sábia, forte, carinhosa e conselheira que tu colocaste ao meu lado”.

“Não seria quem sou se não tivesse um lar que me preenche tanto de amor! E obrigado, Deus porque junto dos meus filhos; eu e ela temos construído uma família blindada pelo afeto e marcada por esse amor. Eu te amo, minha Flor! Parabéns”.

Fonte: G1

Temer desiste da reforma agora e anuncia plano B para a economia


O governo do presidente Michel Temer admitiu pela primeira vez que não conseguirá votar a reforma previdenciária, pelo menos até a eleição presidencial, e anunciou um plano B com uma série de medidas que também dependem do Congresso.

Estão na lista reforma do PIS/Cofins; autonomia do Banco Central, lei geral das agências reguladoras, reoneração da folha de pagamento, mudanças no cadastro positivo e distrato, entre outras propostas apresentadas por quatro ministros e três líderes parlamentares na noite desta segunda (19) em entrevista no Palácio do Planalto.

Mais cedo, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que a reforma da Previdência está suspensa e que, na melhor das hipóteses, poderá ser retomada em novembro.

Segundo ele, o Palácio do Planalto concluiu que não há segurança jurídica para revogar o decreto de intervenção federal no Rio, que impede a votação de uma PEC (Proposta de Emenda Constituição).

"A questão da segurança pública assumiu um caráter tão explosivo que tornou necessário tomar uma medida e o efeito colateral neste momento é a suspensão da reforma previdenciária", disse.

O ministro Henrique Meirelles (Fazenda) disse que a pauta da Previdência continua prioritária e fundamental. "É a reforma mais importante para o setor fiscal e será submetida ao Congresso tão logo haja possibilidade constitucional para isso."

Nos bastidores, contudo, o Palácio do Planalto reconhece que dificilmente haverá condições dela ser votada após a eleição presidencial e que o tema deverá ficar para o próximo governo.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ao chegar para a sessão de votação do decreto de intervenção que a reforma só pode ser votada após a eleição se isso for acordado com o presidente eleito no pleito.

"Esse discurso de votar depois da eleição só pode ser votado se for uma agenda do próximo presidente, senão vai parecer um estelionato para a sociedade", afirmou.

A ideia inicial do presidente era extinguir o decreto para votar a proposta e propor um novo após ela tramitar na Câmara dos Deputados. Ele recebeu o sinal da base aliada, no entanto, de que haveria muitas dificuldades de aprovar uma nova iniciativa.

Fonte: Folhapress

Câmara aprova decreto de intervenção federal na segurança pública do Rio


Após mais de sete horas de discussão, a Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta terça-feira o decreto que autoriza a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. O texto foi aprovado por 340 votos a 72 – houve uma abstenção.

A previsão é de que a medida seja analisada pelos senadores já na tarde desta terça-feira.

Na última sexta-feira, o presidente Michel Temer assinou o decreto de intervenção, que passou a vigorar de maneira imediata, mas só poderá ter continuidade se for aprovado pelo Congresso.

O decreto estabelece que a medida vai durar até o dia 31 de dezembro deste ano. Nesse período, o general do Exército Walter Braga Neto será o interventor no estado e comandará a Secretaria de Segurança, as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e o sistema carcerário.

Na sessão, a relatora Laura Carneiro (MDB-RJ) deu um parecer favorável à aprovação do texto e defendeu que o governo apresente um projeto complementar para destinar recursos federais às operações no Rio.

Fonte: Futura Press

Suspeito de matar namorada de 15 anos a tiros em MT é preso no Ceará e confessa crime


Um homem suspeito de matar uma adolescente de 15 anos a tiros em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, em janeiro deste ano, foi preso pela Polícia Civil em Porteiras (CE), nesta segunda-feira (19). Cícero da Silva Ferreira teve a prisão temporária decretada pela Comarca de Rondonópolis e o mandado foi cumprido por policiais da Delegacia Regional de Brejo Santo.

A vítima, Kelly Cristina Lopes de Morais, era namorada de Cícero. Segundo a polícia, o suspeito foi interrogado e confessou a autoria o homicídio. Ele já foi indiciado pelo crime, mas a motivação ainda não foi divulgada.

O homicídio ocorreu na noite de 3 de janeiro, em uma rua no Bairro Jardim Sumaré. Na ocasião, Kelly foi surpreendida por um homem em uma motocicleta e atingida por, pelo menos, quatro disparos. O suspeito fugiu em seguida.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a se deslocar até o local, mas a adolescente morreu no local.

Fonte: G1

Gasolina na refinaria é 1/6 do preço; impostos chegam a 45%

O peso de impostos e tributos representa quase metade do preço da gasolina vendida ao consumidor, chegando a 45% do valor cobrado nas bombas. Deste percentual, a maior parcela é de impostos estaduais, 29% de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), e 16% de tributos federais; Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico (Cide), PIS/Pasep e Cofins.


O restante pago pelo consumidor é referente a “Realização Petrobras”, que representa o preço da refinaria sem impostos (28%), “Distribuição e Revenda” (14%) e ao custo do etanol anidro adicionado à gasolina (13%). Assim, o preço da gasolina nas refinarias foram responsáveis por apenas por cerca de 1/6. De acordo com a estatal, a composição da gasolina comercializada nos postos, chamada de gasolina “C” é de 73% de gasolina “A” (sem etanol anidro) e 27% de etanol anidro.

Diferente do que ocorre com o preço da gasolina, o maior peso no preço do diesel é da chamada “Realização Petrobras”, que corresponde a 49% do valor cobrado na bomba. Em seguida vêm os tributos, com 30%, sendo 16% de ICMS e 14% de Cide, PIS/Pasep e Cofins. Os demais ítens da composição são: “Distribuição e Revenda” (15%) e o “Custo Biodiesel” (6%). O diesel nos postos leva 8% de biodiesel. 

“Achamos esse percentual da carga tributária extremamente elevado”, diz o consultor na área de petróleo e gás, Bruno Iughetti. “Somos partidários de que o governo utilize a Cide como um colchão que pudesse variar de acordo com as alterações dos preços no mercado internacional de petróleo e com a variação cambial, como forma de estabilizar o preço ao consumidor. Isso poderia compensar os impactos negativos nos cofres do governo e do consumidor”, diz. “Mas ao que parece ainda estamos longe de chegar ao ideal”.

Em agosto do ano passado, o Sindicato do Comércio Varejistas de Derivados de Petróleo do Estado (Sindipostos-CE) chegou a lançar uma campanha contra o peso dos tributos sobre os combustíveis. Na ocasião, os representantes da categoria destacaram as dificuldades em acompanhar a volatilidade nos valores aplicados na compra do combustível junto à Petrobras.



Fonte: Diário do Nordeste

Valor médio do gás para botijão de cozinha é de R$ 23,16, diz Petrobras

Valor é ajustado mensalmente desde junho de 2017
A Petrobras informou que passará também a divulgar o preço médio do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) residencial referente ao botijão de 13 quilos (gás de cozinha). Segundo a Petrobras, atualmente o preço desse produto está em R$ 23,16 por botijão na refinaria.

Em janeiro, a Petrobras passou a divulgação do gás de cozinha de mensal para trimestral, com o objetivo de reduzir a volatilidade do preço do produto — que assim como a gasolina e o diesel acompanha os preços internacionais do petróleo.

Segundo a Petrobras, a referência continua a ser o preço do butano e propano comercializado no mercado europeu acrescido de margem de 5%.

O combustível passou a ser ajustado mensalmente a partir de junho de 2017, quando foi implementada uma nova política de preços pela Petrobrás.

Entre 2007 e 2014, o preço do gás para botijão ficou congelado — essa foi uma das medidas adotadas pelo governo do PT para conter a inflação.

Urgente: Governo Temer anuncia oficialmente suspensão da reforma da Previdência



Depois de sustentar o discurso de que continuaria trabalhando pela aprovação da reforma da Previdência mesmo com a intervenção no Estado do Rio de Janeiro, o governo federal anunciou oficialmente a suspensão da tramitação da proposta que muda as regras de aposentadoria e pensão no País. O porta-voz da decisão foi o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, que admitiu haver "insegurança jurídica" sobre a possibilidade de continuar discutindo a reforma durante o período da intervenção e suspender o decreto para promulgar as alterações, como era o plano do presidente Michel Temer.

"Hoje, tramitação da reforma da Previdência está suspensa", disse Marun. Ele evitou cravar uma nova data, mas assegurou que a votação da reforma em fevereiro está "fora de cogitação". O ministro acenou com uma possibilidade de apreciação da proposta pelo Congresso em novembro, desde que o governo entenda que as razões que motivaram o decreto de intervenção (que vale até dezembro de 2018) cessaram antes do período estipulado.

"Pode votar antes de dezembro se o governo entender que os motivos que promoveram a edição do decreto tenham cessado", disse. "Não temos a intenção de suspender o decreto", afirmou.

A Constituição impede mudanças em seu texto durante períodos de intervenção federal. Temer traçou uma estratégia inicial de continuar discutindo a proposta com lideranças para viabilizar a votação. O decreto de intervenção na segurança pública do Rio seria suspenso apenas para votar a proposta e promulgá-la.

Nesta segunda-feira, 19, no entanto, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), endureceu o discurso e disse que não pautaria nenhuma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para discussão ou votação na Casa. Segundo ele, o artigo da Constituição impede até mesmo o debate de mudanças constitucionais pelo Legislativo, não apenas a promulgação.

"As palavras de Eunício não são de todo desarrazoadas", admitiu Marun, que se reuniu por cerca de três horas com deputados da base aliada do governo. Segundo o ministro, o governo também vê com preocupação a segurança jurídica da tramitação da reforma da Previdência em meio à intervenção federal. Marun disse que o governo é "contrário a interpretações criativas" e mostrou mudança na estratégia traçada ao negar agora a intenção de suspender o decreto - o que seria algo "controverso", segundo o ministro.

Justiça condena dupla que tatuou "Eu sou ladrão e vacilão" na testa de jovem


Os paulistas que tatuaram à força a testa de um adolescente com a frase "Eu sou ladrão e vacilão" foram condenados por lesão corporal gravíssima e constrangimento ilegal. Sentença do juiz da 5ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo foi dada na última sexta-feira, 16, após oito meses da data do crime.

Presos desde junho de 2017, os réus Maycon dos Reis, de 28 anos, e Ronildo de Araújo, de 30 anos, cumprirão pena de mais de três anos. Eles não poderão recorrer da decisão.

No entanto, Reis cumprirá três anos de reclusão em regime inicial semiaberto por de lesão corporal gravíssima e quatro meses e 15 dias de detenção em regime inicial semiaberto por constrangimento ilegal.

Ronildo foi condenado a três anos e seis meses de reclusão em regime inicial fechado pelo crime de lesão corporal gravíssima e de cinco meses e sete dias de detenção em regime inicial semiaberto pelo crime de constrangimento ilegal. Com informações do G1.

O caso aconteceu em 10 de junho de 2017, quando a dupla tatuou a frase "sou ladrão e vacilão" na testa do adolescente. A tatuagem foi filmada com o celular de Maycon e compartilhada no WhatsApp. Em certa altura, o tatuador diz "vai doer, vai doer".

Força-tarefa federal se reúne com forças da segurança do Ceará

A força-tarefa enviada ao Ceará pelo Ministério da Justiça passa esta segunda-feira, 19, em reuniões com representantes da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Os encontros envolvem representantes da Força Nacional, da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A informação é do O Povo.

O titular da SSPDS, delegado André Costa, ressaltou que não haverá substituição, mas parceria entre as forças federais e as equipes estaduais.

"Estamos traçando todo o escopo, os protocolos integrados de ação, protocolos táticos, operacionais e de Polícia investigativa. A força-tarefa não vem aqui substituir, mas acrescentar, principalmente, facilitando o fluxo de informações de outros estados para o Ceará e também do Ceará para outros estados, já que a ação de grupos criminosos. Por isso, é importante a participação do governo federal nesse processo, para que a atuação seja de forma integrada e sem que haja problemas de atribuições entre os órgãos, sem invasão de competências", disse André Costa.

O secretário adjunto da Secretaria Nacional de Segurança Pública do MJSP, Alexandre Mota, destacou que a iniciativa de trazer a força-tarefa para o Ceará decorre de solicitação do governador Camilo Santana (PT), que pediu apoio na área técnica de inteligência e investigação.

"Esse assunto já vinha sendo tratado desde janeiro. Aqui, nós estamos tratando dos pontos na parte de inteligência de Polícia Judiciária e investigação", explicou Alexandre Mota.

Adolescente do Piauí morre após sofrer choque elétrico em celular ligado na tomada


Adolescente morreu após sofrer descarga elétrica (Foto: Reprodução/Facebook)

Segundo relato de familiares, a garota foi encontrada deitada no chão, com fones de ouvidos derretidos e celular ligado na tomada. 
Uma estudante de 17 anos morreu após sofrer uma descarga elétrica por volta de 17h de domingo (18) na cidade de Riacho Frio, no Sul do Piauí. Segundo informações da família da vítima repassadas para equipe médica do posto de saúde da cidade, a adolescente Luíza Fernanda Gama Pinheiro recebeu um choque quando utilizava o aparelho que estava carregando na tomada. "A avó da menina contou ao médico que encontraram a neta desacordada, deitada no chão e com fones do celular nos ouvidos. 
Eles disseram que acreditam que jovem tenha levado uma descarga elétrica porque o celular estava carregando na tomada e o fone ficou derretido", contou uma funcionária da unidade básica de saúde ao G1, que preferiu não se identicar. Adolescente morreu após sofrer descarga elétrica (Foto: Reprodução/Facebook) Adolescente morreu após sofrer descarga elétrica (Foto: Reprodução/Facebook) Adolescente morreu após sofrer descarga elétrica (Foto: Reprodução/Facebook) Familiares contaram ainda, segundo ela, que no momento da ocorrência não chovia, mas havia alguns relâmpagos. Luíza Fernanda Gama Pinheiro chegou sem vida ao posto de saúde, mas o médico de plantão ainda tentou reanimá-la, sem sucesso. Inconformados, os familiares decidiram levar a adolescente para o Hospital Regional de Corrente. De acordo com a diretora do Hospital em Corrente, Lindaura Cavalcanti, a menina chegou sem vida ao hospital. "Consta no prontuário de atendimento que a jovem deu entrada no hospital uma hora após a descarga elétrica. Os familiares contaram que a jovem tinha recebido um choque, mas as causas da morte ainda serão confirmadas", afirmou.

FONTE: G1

Muita repercussão: Mãe filma padrasto abusando de menina de 12 anos; assista o vídeo


O padrasto denunciado por abusar da enteada de 12 anos em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital, foi preso na última quarta-feira (14). Ele, que tem 61 anos, foi localizado em Ipameri, cidade a 206 km de distância. O caso veio à tona depois de a mãe da menina desconfiar do comportamento dele, esconder o celular em um cômodo da casa onde a família morava e gravar o crime.
A delegada de Proteção à Criança e ao Adolescente de Aparecida de Goiânia, Caroline Borges, disse, por volta de 11h desta quinta (15), que aguardava a chegada do idoso à cidade para poder comentar o caso. A prisão contou com apoio de policiais militares.
A denúncia
Em entrevista à TV Globo, a delegada Ilda Helbingen – que atendeu à mãe da vítima na hora da denúncia – disse que a desconfiança surgiu porque o padrasto tentava “agradar muito” a adolescente. Ele não tinha o mesmo comportamento com os outros três filhos da mulher. Todos são de um relacionamento anterior.
Mãe que filmou companheiro abusando da enteada de 12 anos cobra punição, em Goiás
Ainda no relato da mãe, ela viu o homem tocando as partes íntimas da filha e foi confrontá-lo com a gravação. Na ocasião, segundo ela, o homem “argumentou que sabia que estava errado e que havia sido apenas ‘um vacilo’ e que aquilo não iria acontecer novamente”. Em seguida, ela disse a ele que se mudasse da casa onde os dois moravam e ele foi embora.
A mãe da vítima disse ainda, também em depoimento, que questionou a filha sobre os abusos e a menina admitiu“que já havia muito tempo que o padrasto abusava-lhe”, no entanto, ela não soube dizer há quanto tempo.
Pedido de punição
Desde que a denúncia foi feita, o casal rompeu. “Se ele não pagar agora ou alguma coisa, mais para frente, ele pode fazer de novo, com outra vítima, outra pessoa, outra criança. É difícil, uma dor no peito, parece que não acaba”, disse a mãe da adolescente.

***** Informações com: G1

Vídeo:

Mamma Bruschetta é internada em hospital de São Paulo


O ator Luiz Henrique, intérprete da Mamma Bruschetta, foi internado neste fim de semana em um hospital de São Paulo.
"Oi, meus queridos amigos. Eu só estou deixando um recadinho aqui. Eu estou meio dodói esses dias por causa de uma infecção cutânea. Se vocês ouvirem que eu estou morrendo, internada nas últimas, não acreditem", explicou a apresentadora.
"Comunicado Oficial - Nossa querida @mammabruschetta terá que se ausentar amanhã do programa Fofocalizando devido a um pequeno probleminha a ser resolvido no hospital. Não é nada grave , apenas uma simples infecção cutânea. Em breve ela estará firme e forte na bancada do @fofocalizandosbt #forçamamma", disse o comunicado oficial no Instagram da apresentadora.
De acordo com informações do R7, o problema de saúde acabou adiando os planos de Mamma de fazer uma cirurgia bariátrica.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Governo Federal vai pedir mandados de busca e apreensão coletivos no Rio


Anuncio foi feito pelo presidente Temer e o governador Pezão Foto: Givaldo Barbosa / Agência O Globo
Catarina Alencastro e Karla Gamba
Após a reunião de instalação do Conselho de Defesa e do Conselho da República para debater a intervenção federal no Rio com o presidente Michel Temer e os conselheiros, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, informou que o governo vai pedir à Justiça que possa expedir no estado mandados coletivos de busca e apreensão e de prisão. O objetivo, segundo ele, é conseguir cercar toda uma rua ou mesmo comunidade para capturar criminosos. Hoje, os mandados são restritos a uma casa específica. Jungmann alegou que os bandidos se movem e acabam escapando.
Jungmann reiterou várias vezes que a intervenção é civil, e não militar. E afirmou que o interventor, o general Walter Braga Netto, é militar, mas tem poderes administrativos apenas. Segundo ele, "não há carta branca" e nem caberá ao interventor "definir a movimentação das tropas". As ações permanecem sob comando do Ministério da Defesa, e Braga estará subordinado ao Estado Maior Conjunto das Forças Armadas e ao ministério.
— Não há nenhuma carta branca, nem carta negra, nem carta cinza. E esclareço que os militares não estarão substituindo o papel das polícias. Não vamos confundir a intervenção, que é um ato administrativo, com a ação militar, que é GLO (Garantia da Lei e da Ordem) — disse.
Jungmann também disse que embora Braga Netto precise de um tempo para fazer um diagnóstico da situação e a partir daí solicitar recursos ao governo federal, o Rio já tinha um plano de combate à violência em andamento. E que esse plano será agora "adaptado" à intervenção. Jungmann disse ainda que em determinado momento, o governo chegou a cogitar fazer uma intervenção mais ampla no Rio, abrangendo também a área econômica do governo. E que se fosse esse o caso, o interventor seria civil. Mas como a conclusão foi a de que a intervenção deveria ficar restrita à segurança pública então a decisão foi de nomear um interventor militar. A decisão de nomear um interventor militar também passou, segundo o ministro, pelo fato de o cargo contar tempo para a carreira militar.
Jungmann disse que a criação de um novo ministério, da Segurança Pública, deve acontecer nesta semana. O decisão foi anunciada por Temer, no Rio, no último sábado.///extra.globo.com

Polícia impede nova chacina na Grande Fortaleza



Um homem foi morto e três pessoas foram presas no Iguape, em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. O grupo se preparava, segundo a Polícia Militar, para cometer uma chacina na comunidade Taperas, no mesmo município. Durante a abordagem, houve troca de tiros entre o grupo e os agentes de segurança. 

De acordo com a Polícia Militar, uma viatura estava passando nas proximidades, realizando um trabalho de abordagem, quando recebeu a denúncia que um grupo se preparava para cometer uma chacina contra inimigos. Os policiais se aproximaram do local onde foram informados que os suspeitos estavam e foram alvo de tiros. Os agentes revidaram. 

Em meio ao tiroteio, Francisco Régis Alves da Silva (18), considerado líder do grupo e chefe de facção no Iguape, foi baleado. O suspeito ainda foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Foram presos: Larisse Silva de Oliveira, esposa do homem; Mateus Alves da Silva (20), irmão e a mãe de Régis, Marta Alves de Brito (36). Além das prisões, a Polícia apreendeu maconha, uma pistola 380 e uma espingarda calibre 12. 

O trio foi levado para a Delegacia Metropolitana de Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza. 

Fonte: Cnews

Mais um fim de semana sangrento deixa 38 pessoas assassinadas no Ceará


Trinta e oito pessoas foram assassinadas no Ceará no fim de semana. A maioria dos crimes aconteceu na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), onde 11 corpos com marcas de violência foram recolhidos pelas equipes da Perícia Forense do Estado (Pefoce) entre a manhã de sexta-feira (16) e o começo da madrugada desta segunda (19).

Em Fortaleza, ao menos, nove pessoas foram vítimas de assassinato nos seguintes bairros: Serrinha (2 casos), Canindezinho, Floresta, Antônio Bezerra, Cais do Porto, Messejana, Genibaú e Siqueira.

Já na Região Metropolitana de Fortaleza foram mais 11 casos nos seguintes Municípios: Aquiraz (4), Caucaia (3), Itaitinga, Maranguape, Maracanaú e Chorozinho.

Sertão

No Interior Norte, mais 11 homicídios ocorreram no fim de semana, nos seguintes Municípios: General Sampaio (duplo), Ipu, Camocim, Sobral, Itapiúna, Itarema, Chaval, Guaraciaba do Norte, Varjota e Forquilha.

No Interior Sul foram sete assassinatos nos Municípios a seguir: Icó (2 casos), Crato, Aracati, Missão Velha, Jaguaruana e Mombaça.

Duplos

Ao menos, três casos de duplos homicídios foram registrados pelas autoridades policiais no intervalo do fim de semana.

O primeiro caso ocorreu no Município de Aquiraz, na RMF, onde na esxta-feira (16), por volta de 1511, foram encontrados os corpos de dois bandidos apontados como até então líderes da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Foram identificados como Rogério Jeremias de Simone, o “Gegê do Mangue”; e Fabiano Alves de Sousa, o “Paca”, ambos paulistas.

Ainda da sexta-feira, dois jovens foram executados, a tiros, na cidade de General Sampaio (a 126Km de Fortaleza). Os dois rapazes foram seqüestrados de dentro de suas casas e mortos a tiros de pistolas, sendo identificados como Antônio Victor Reis da Silva, 23 anos; e Geovane Pedro da Silva, 21.

Já na tarde do domingo, os corpos de mãe e filho foram encontrados com marcas de tiros sobre os trilhos da Linha Férrea Norte, no bairro do Açude, em Caucaia, na RMF. Os mortos foram identificados como Francisca Sandra de Oliveira, 44 anos; e seu filho, Micael Santos de Lima, 16 anos.

Juízes ganham R$ 211 milhões com ‘auxílios’ atrasados


(Foto: Reprodução/ Terra)


Auxílio-moradia, auxílio-alimentação e auxílio-saúde não são os únicos itens a chamar a atenção nos contracheques dos juízes brasileiros. Quase 7 mil deles receberam em dezembro um total de R$ 211 milhões em pagamentos retroativos de benefícios e indenizações – uma média de R$ 30 mil por magistrado.

Isso significa que, no fim de 2017, cerca de 30% dos juízes federais e estaduais do País tiveram os vencimentos engordados por algum “penduricalho do passado”, com juros e correção monetária. Muitos deles foram contemplados graças ao auxílio-moradia que os deputados federais recebiam entre 1992 e 1998.

Mas como o auxílio-moradia pago pela Câmara dos Deputados há mais de duas décadas pode ter impacto agora na folha salarial do Judiciário? A explicação envolve uma batalha por equiparação de privilégios, na qual a balança da Justiça pendeu para o lado dos juízes em diversas ocasiões, gerando um passivo no orçamento dos tribunais que até hoje é pago de forma parcelada.

Tudo começou em 1992, quando o Judiciário instituiu o pagamento da Parcela Autônoma de Equivalência – um bônus – para que ministros de tribunais superiores recebessem salário igual ao de deputados, com base na premissa constitucional de que deve haver paridade de remuneração entre membros de distintos poderes. Isso gerou um efeito cascata com impacto no contracheque de quase todo juiz.

Mas os parlamentares recebiam na época, além do salário, auxílio-moradia, mesmo sem precisar comprovar gastos com aluguel. Isso foi entendido como remuneração indireta, o que abriu brecha para magistrados exigirem nova equiparação, levando em conta o adicional de moradia. O Supremo Tribunal Federal (STF) acolheu a reivindicação em 2000: decidiu que os juízes federais deveriam receber, além do salário, o valor que os deputados embolsavam como auxílio-moradia. Na época, isso equivalia a R$ 3 mil (R$ 9,2 mil em valores atualizados).

Em seguida, associações de magistrados reivindicaram o pagamento retroativo, referente ao período em que os deputados receberam auxílio-moradia e os juízes, não. Tiveram ganho de causa: uma bolada equivalente a cinco anos do benefício. O efeito cascata teve continuidade quando o mesmo direito foi estendido a magistrados aposentados.

A novela não acabou aí. Associações de juízes exigiram depois o recálculo da chamada Parcela Autônoma de Equivalência referente a janeiro de 1998 a setembro de 1999, com direito a juros e correção monetária. Mais uma vez obtiveram decisão favorável, gerando novos rombos contábeis nos tribunais – sempre cobertos com suplementações orçamentárias.

Bola de neve. A bola de neve gerada pela concessão do auxílio-moradia a parlamentares na década de 1990 está rolando até hoje. O Estado perguntou a 32 tribunais qual o motivo dos pagamentos retroativos na folha salarial de dezembro. Desembolsos referentes à Parcela Autônoma de Equivalência, bem como correção monetária e juros sobre ela, foram citados por 14 deles.

Outros tribunais citaram o pagamento do que consideram uma “dívida” da época em que muitos juízes ficaram sem receber auxílio-moradia, por causa da controvérsia sobre a legalidade do benefício.

Como o ministro Luiz Fux, do STF, liberou o pagamento do auxílio a praticamente toda a magistratura em 2014, tribunais decidiram pagar retroativamente o benefício, por considerar que houve prejuízo a quem não recebeu na tramitação do processo.

Foram citadas ainda quitações retroativas de itens como gratificação por acúmulo de jurisdição, adicional por tempo de serviço, diferença de proventos e pensões e verbas rescisórias de instituidor de pensão, entre outros. O maior pagamento individual, de R$ 8,2 milhões, foi feito pelo Tribunal Regional do Trabalho do Ceará. Refere-se a concessão de pensão vitalícia a uma servidora com efeitos a contar de março de 1993 – só de juros e correção, o montante foi de R$ 6,6 milhões.

Terra

Piloto faz pouso de emergência após passageiro se recusar a parar de soltar gases

Piloto fez um pouso de emergência porque um passageiro estava com gases e se recusou a parar de soltá-los. O fato ocorreu durante um voo da Transavia, que ia de Dubai, nos Emirados Árabes, para Amsterdã, na Holanda. As informações são do jornal Daily Mirror.

Um dos passageiros reclamou aos comissários de bordo sobre a atitude do companheiro de poltrona, e a tripulação pediu para que o homem parasse de soltar as flatulências. Após a recusa, os comissários informaram ao piloto, que, por sua vez, decidiu parar em Viena, na Áustria, antes de continuar a viagem.

De acordo com o jornal, policiais do aeroporto entraram na aeronave com cães e retiraram o homem do local. Um oficial informou que além dos gases, o homem havia começado uma briga com outros passageiros. A companhia aérea confirmou o caso e disse que os comissários são treinados para "assegurar um voo seguro" a todos os passageiros.

Limpar a casa faz tão mal como fumar 20 cigarros por dia, diz estudo

mulher limpando
Para as mulheres, limpar "pode representar um risco para a saúde respiratória", concluiu um grupo de investigadores num estudo publicado no jornal da Sociedade Toráxica Americana, depois de avaliar os pulmões de mais de 6.200 pessoas em duas ocasiões separadas por 20 anos.

Aos participantes, foi perguntado se limpavam a sua casa ou se trabalhavam na área na limpeza e se usavam produtos líquidos e sprays e com que frequência.

A investigação, da Universidade de Bergen, na Noruega, permitiu descobrir que as mulheres que faziam limpezas, quer fosse uma vez por semana na sua própria casa ou a nível profissioal, mostravam um declínio "acelerado" na capacidade pulmonar, comparável ao consumo de 20 cigarros em 10 ou 20 anos. Já nos pulmões dos participantes do sexo masculino não foi encontrado qualquer efeito do uso de produtos de limpeza.

Os autores sugerem que a redução da capacidade pulmonar ocorre porque os químicos usados na limpeza, como a lixívia ou o amoníaco, irritam as membranas mucosas que "forram" as vias aéreas, o que, com o tempo, resulta em alterações permanentes.

Já para os homens parecerem não ser afetados, os investigadores acreditam que a explicação reside no facto de os seus pulmões serem menos suscetíveis a esse impacto, uma vez que estudos anteriores mostraram que os pulmões dos homens são mais resistentes aos danos provocados por vários agentes irritantes, incluindo o fumo de tabaco e pó de madeira.

Produtos químicos

Outra conclusão inesperada deste novo estudo foi a ausência de diferença significativa entre o uso de líquidos e de pulverizadores, sendo que os investigadores contavam que estes últimos tivessem um maior impacto na saúde pulmonar.

"Enquanto os efeitos a curto prazo dos químicos de limpeza na asma estão cada vez mais documentados, falta-nos conhecimento sobre o impacto a longo prazo", afirma Cecile Svanes, da Universidade de Bergen. "Receámos que esses químicos, ao danificarem um pouco as vias respiratórias, dia após dia, ano após ano, pudessem acelerar a taxa de declínio da função pulmonar que ocorre com a idade."

Os participantes neste estudo, que teve por base o Inquérito de Saúde Respiratória da Comunidade Europeia, tinham uma média de 34 anos quando começaram a sua participação na investigação, que terminou mais de 20 anos depois.

Entre os inquiridos, mais de 1500 homens responderam nunca limpar a casa, uma resposta comum a 197 mulheres. Dos que limpavam, 1363 eram homens, contra 2808 mulheres. A nível profissional, encontraram-se 57 homens e 293 mulheres.

"Quando se pensa na inalação de pequenas partículas de agentes de limpeza destinados a limpar o chão e não os pulmões, talvez não seja surpreedente" o impacto destes produtos, concluiu Oisten Svanes, co-autor do estudo.