LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Eunício Oliveira suspende pagamento de salário a Aécio Neves


O presidente do Senado, Eunício Oliveira, encaminhou um ofício ao ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello em que informa que o Senado suspendeu o pagamento da remuneração do senador afastado Aécio Neves Neves (PSDB-MG). O salário de um senador é de R$ 33,7 mil.

Mello é o relator das investigações sobre Aécio baseadas nas delações premiadas de executivos da JBS no âmbito da operação Lava Jato. Nesta terça (13), o ministro havia dito que o Senado não estava cumprindo a determinação do tribunal de afastar Aécio da função parlamentar. Isso porque o nome do senador constava na lista de senadores em exercício e no painel de votações.

No ofício, Eunício disse ainda que a verba indenizatória a que Aécio tem direito como senador foi suspensa desde o dia 18 de maio, data em que Aécio foi afastado.

O comunicado também informa que o veículo oficial utilizado pelo tucano foi recolhido na mesma data.

Eunício afirmou ainda que a presidência do Senado intimou Aécio para cumprimento da ordem judicial imediatamente após ser comunicado da decisão de Fachin.

Nesta quarta, a Mesa Diretora do Senado retirou o nome de Aécio do painel eletrônico da Casa.

O portal do Senado na internet excluiu o nome de Aécio da lista de senadores em exercício e o incluiu na seção de senadores afastados da função. O motivo: “afastamento por decisão judicial”.

Fonte: G1

Motim em Horizonte: agente é feito refém, seis presos fogem



Uma pistola de calibre 12 mm foi levada pelo detentos; há informação de que o servidor foi algemado em uma das celas da unidade.

O fim da manhã desta quinta-feira (15) foi marcado por uma rebelião na Cadeia Pública de Horizonte. Por volta das 11h30, detentos deram início ao motim e fizeram refém um agente penitenciário. Seis presos fugiram do local, dentre eles, perigosos criminosos que atuam no Estado do Ceará.

Estão foragidos Abimael Falcão da Silva, Silvano Barbosa Ferreira, Davi Passos Magalhães Neto, Hélio Felipe Dantas da Silva, Mateus Henrique Ferreira e João Vitor Lourenço Pereira. Segundo testemunhas, o grupo levou uma pistola de calibre 12 mm.
Estão foragidos Abimael Falcão da Silva, Silvano Barbosa Ferreira, Davi Passos Magalhães Neto, Hélio Felipe Dantas da Silva, Mateus Henrique Ferreira e João Vitor Lourenço Pereira - Foto: Reprodução
Conforme informações de uma fonte da Secretaria de Justiça (Sejus), que optou por não se identificar, o agente penitenciário foi algemado em uma das celas. O detento Silvano Barbosa teria ameaçado o servidor colocando a pistola na boca do agente e afirmando que o iria matar.

A informação é que o agente foi golpeado por João Vitor Lourenço. O assassinato só teria sido evitado devido a pedidos de outros detentos. O servidor, de nome ainda não divulgado, estaria em estado de choque.

O agente penitenciário vítima da ação compareceu nesta tarde, na Delegacia Metropolitana de Horizonte, prestando depoimento acerca do acontecido. Foi instaurado por policiais civis da delegacia um inquérito para apurar o caso. Em ligação à delegacia, a reportagem foi informada que equipes da Polícia Militar continuam em diligências na busca pelos que escaparam.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário