LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 9788 5932

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Pensão por morte pode deixar de ser integral


A reforma da Previdência será encaminhada ao Congresso Nacional para votação (Foto: Reprodução)

O governo Michel Temer vai incluir na reforma da Previdência o endurecimento das regras para concessão de pensões por morte. Segundo um integrante da equipe econômica, a proposta volta a tentar emplacar a redução no cálculo do benefício. Pelo texto, a pensão por morte vai deixar de ser integral e passará a ser de 60% para o cônjuge e mais 10% por dependente, até o limite de 100%.

A equipe econômica da presidente cassada Dilma Rousseff tentou adotar essa mudança por meio de medida provisória (MP), mas não conseguiu aprovação no Congresso. O entendimento na época era de que a alteração necessitava de alteração na Constituição, o que exige quórum qualificado para ser aprovado (dois terços de aprovação nas duas Casas em dois turnos).

Por isso, o governo aproveitará a reforma, que será enviada por meio de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), para retomar o tema. A mudança no cálculo traz efeito imediato na economia dos gastos públicos com o benefício, que corresponde a um quarto do total das despesas previdenciárias. O cálculo também valerá para os servidores públicos, mas os militares devem ficar fora.

Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo na edição de quinta-feira, 29, o governo quer uma maior convergência das regras para a aposentadoria e pensões entre os trabalhadores da iniciativa privada e o funcionalismo público. Também há a decisão de restringir o acúmulo de aposentadoria e pensão por morte.

No ano passado, o governo conseguiu só apertar as regras para a concessão do benefício, como a exigência de dois anos de casamento ou união estável para a sua concessão. Quem não se enquadra na regra, tem direito à pensão por quatro meses. O objetivo foi evitar fraudes e casamentos armados com pessoas que estão prestes a morrer.

Outra mudança foi a de que apenas o cônjuge com mais de 44 anos passou a ter direito à pensão vitalícia. Para os com idade abaixo desse limite, o período de recebimento da pensão varia de três a 30 anos. O texto enviado pela equipe de Dilma foi modificado na Câmara, onde foi retirado o artigo que reduzia o valor da pensão para 60% para o cônjuge e mais 10% por dependente.

Antes desse maior rigor nas regras propostas por Dilma, poderiam requerer o benefício o cônjuge, companheiro ou companheira, filho não emancipado, até 21 anos de idade, ou filho inválido de qualquer idade. Se não houvesse dependente que se encaixasse nessas regras, poderiam se candidatar os pais e o irmão não emancipado de até 21 anos de idade.

Não havia até então tempo mínimo de contribuição para que os dependentes tivessem direito à pensão, sendo apenas exigido que o segurado tivesse contribuído para a Previdência.

Segundo estudo da consultoria legislativa do Senado, na América do Sul, a pensão por morte dada aos cônjuges varia entre 36% a 60% (Chile) a 90% (Bolívia) do benefício. No G20, grupo de países mais ricos do mundo, os Estados Unidos pagam de 35% a 100% do benefício; o Japão de 50% a 78%; a Alemanha, de 25% a 55%, e a França, 54%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Estadão Conteúdo


Seis políticos assassinados em 2016. Vereadores e candidatos foram executados no Interior

Veerador assassinado - ParaipabaVereador morto - Aiuaba
Manoel Paulino, vereador, morto em Paraipaba        José Valmir, vereador, morto em Aiuaba     
Vereador morto - Senador Pompeuvereador morto - Catarina 
Cláudio Nogueira era candidato em Quixeramobim     Antônio Chagas, morto em Catarina
vereador morto em Itaremavereador morto em sjj
José Marcondes, vereador, morto em Itarema   Élbio, vereador, morto em São João do Jaguaribe
Seis vereadores e ex-vereadores, além de candidatos ao cargo, foram assassinados no Interior do Estado Ceará em 2016. Dos seis homicídios, pelo menos, em quatro deles as autoridades já concluíram que a motivação foi política. O mais recente caso ocorreu no Município de Aiuaba, cidade que, neste momento, conta com reforço policial por determinação do Tribunal regional Eleitoral (TRE).
O primeiro crime ocorreu no dia 4 de janeiro, quando o empresário e vereador do Município de Itarema, no litoral Oeste do estado (a 210Km de Fortaleza), José Marcondes Rodrigues (PRB), foi assassinado, a tiros, na Praia de Almofala, ao reagir a um assalto. A Polícia comprovou que não houve motivação política neste caso.
O segundo crime teve como vítima o vereador Antônio Chagas de Oliveira, 48 anos, filiado ao PTB. Na noite de 13 de abril ele foi assassinado, a tiros, durante uma discussão política na porta de um bar na cidade de Catarina, na Região dos Inhamuns (a 394Km da Capital). Dias depois, a Polícia prendeu o assassino, Maike Evangelista Nascimento.
No dia 31 de julho, o vereador e ex-presidente da Câmara dos Vereador de Paraipaba (a 115Km de Fortaleza), Manoel Paulino Cavalcante, 62 anos, filiado ao PDT, foi morto a tiros na porta de casa, naquela cidade do Litoral Oeste do Estado. O crime teria sido uma vingança e não teve conotação política.
O quarto político assassinado neste ano no Ceará foi o também policial civil (inspetor) e candidato a vereador pelo Município de Quixeramobim, José Cláudio Nogueira, 51 anos,  filiado ao PSB. O crime ocorreu na noite de 20 de agosto, na zona rural do Município de Senador Pompeu (a 273Km de Fortaleza). O caso está sendo investigado e a Polícia suspeita de uma vingança.
Na manhã do dia 5 de setembro, o vereador e candidato à reeleição José Elbio de Almeida Chaves, 39 anos, o “Elbinho”, filiado ao PPS, foi morto, a tiros de escopeta calibre 12 e pistolas,  por pistoleiros na cidade de São João do Jaguaribe (a 220Km de Fortaleza).  A Polícia desconfia de que o crime foi motivado por disputa política na região.
E na noite do último sábado (24), o vereador e candidato à reeleição em Aiuaba, na Região dos  Inhamuns (a 430Km da Capital), José Valmir de Sousa, 58 anos, filiado ao PSDB, foi morto, a tiros, por dois pistoleiros no momento em que deixava o palanque onde participara de um comício na localidade de São Nicolau, na zona rural daquele Município. Logo em seguida, um filho dele matou um dos assassinos e feriu o segundo.  O crime teve motivação política. /////blogdofernandoribeiro.com.br

Seis políticos assassinados em 2016. Vereadores e candidatos foram executados no Interior

Veerador assassinado - ParaipabaVereador morto - Aiuaba
Manoel Paulino, vereador, morto em Paraipaba        José Valmir, vereador, morto em Aiuaba     
Vereador morto - Senador Pompeuvereador morto - Catarina 
Cláudio Nogueira era candidato em Quixeramobim     Antônio Chagas, morto em Catarina
vereador morto em Itaremavereador morto em sjj
José Marcondes, vereador, morto em Itarema   Élbio, vereador, morto em São João do Jaguaribe
Seis vereadores e ex-vereadores, além de candidatos ao cargo, foram assassinados no Interior do Estado Ceará em 2016. Dos seis homicídios, pelo menos, em quatro deles as autoridades já concluíram que a motivação foi política. O mais recente caso ocorreu no Município de Aiuaba, cidade que, neste momento, conta com reforço policial por determinação do Tribunal regional Eleitoral (TRE).
O primeiro crime ocorreu no dia 4 de janeiro, quando o empresário e vereador do Município de Itarema, no litoral Oeste do estado (a 210Km de Fortaleza), José Marcondes Rodrigues (PRB), foi assassinado, a tiros, na Praia de Almofala, ao reagir a um assalto. A Polícia comprovou que não houve motivação política neste caso.
O segundo crime teve como vítima o vereador Antônio Chagas de Oliveira, 48 anos, filiado ao PTB. Na noite de 13 de abril ele foi assassinado, a tiros, durante uma discussão política na porta de um bar na cidade de Catarina, na Região dos Inhamuns (a 394Km da Capital). Dias depois, a Polícia prendeu o assassino, Maike Evangelista Nascimento.
No dia 31 de julho, o vereador e ex-presidente da Câmara dos Vereador de Paraipaba (a 115Km de Fortaleza), Manoel Paulino Cavalcante, 62 anos, filiado ao PDT, foi morto a tiros na porta de casa, naquela cidade do Litoral Oeste do Estado. O crime teria sido uma vingança e não teve conotação política.
O quarto político assassinado neste ano no Ceará foi o também policial civil (inspetor) e candidato a vereador pelo Município de Quixeramobim, José Cláudio Nogueira, 51 anos,  filiado ao PSB. O crime ocorreu na noite de 20 de agosto, na zona rural do Município de Senador Pompeu (a 273Km de Fortaleza). O caso está sendo investigado e a Polícia suspeita de uma vingança.
Na manhã do dia 5 de setembro, o vereador e candidato à reeleição José Elbio de Almeida Chaves, 39 anos, o “Elbinho”, filiado ao PPS, foi morto, a tiros de escopeta calibre 12 e pistolas,  por pistoleiros na cidade de São João do Jaguaribe (a 220Km de Fortaleza).  A Polícia desconfia de que o crime foi motivado por disputa política na região.
E na noite do último sábado (24), o vereador e candidato à reeleição em Aiuaba, na Região dos  Inhamuns (a 430Km da Capital), José Valmir de Sousa, 58 anos, filiado ao PSDB, foi morto, a tiros, por dois pistoleiros no momento em que deixava o palanque onde participara de um comício na localidade de São Nicolau, na zona rural daquele Município. Logo em seguida, um filho dele matou um dos assassinos e feriu o segundo.  O crime teve motivação política. /////blogdofernandoribeiro.com.br

Anamara usa maiô rosa e impressiona com a nova silhueta: 'Maravilhosa'

Foto: Reprodução / Internet
Ex-BBB fez biquinho para a câmera e postou a foto no Instagram nesta quinta, 29
Anamara posou de body rosa e chamou a atenção por conta da silhueta cada vez mais definida. Ela postou a foto em seu perfil no Instagram nesta quinta, 29. O novo corpaço é resultado de uma mudança nos hábitos alimentares e também muito exercício físico.

Além dessa reeducação alimentar, a ex-BBB contou com uma ajudinha extra da cinta modeladora. Ao Ego ela contou um pouco mais sobre o uso do acessório, que é o queridinho das musas fitness e das irmãs Kardashian.

“Uso cinta há anos, mas nunca fui disciplinada em usá-la diariamente como hoje em dia. Claro que ela não é a única responsável pela mudança nas medidas, mas contribui ajudando na postura, em você se manter com a barriga contraída e consequentemente melhorar o corpo”, detalhou.



 


Fotos: Reprodução / Instagram

Fonte: Ego

Nua, Veridiana Freitas fala sobre fantasias, sexo anal, homem ideal e muito mais

Foto: Divulgação / Tacca Neto / Site Diamond
Veridiana Freitas abre o jogo e fala tudo sobre preferências sexuais
Completamente nua, a modelo Veridiana Freitas protagonizou um ensaio para lá de sensual para as câmeras do fotógrafo Primo Tacca Neto e revelou, nos bastidores, segredos sexuais.

"Na hora da relação, gosto de ouvir sacanagem. Acho que vale tudo entre quatro paredes. Me deixa excitada a pele, o cheiro, a química, as preliminares e um arrepio no pescoço muito mais que o ato em si", disse a loira.

Ela também falou sobre sexo anal. "Nunca fiz sexo anal e não tenho a mínima vontade. Não sinto o menor prazer. Se tem algo que me brocha é o parceiro pedir isso. E olha que o que é mais importante para mim é dar prazer ao meu parceiro". Ela também falou sobre preferências na cama, tipo de homem ideal e fantasias que já teve. 

A gata também falou sobre fantasias sexuais. "Realizei todas as fantasias que tive. Já tive relações em um avião, foi inusitado, gostoso e ao mesmo tempo perigoso", revelou Veridiana. E quando o homem falha? "Fico sem jeito. Às vezes, meu parceiro coloca tanta expectativa e na hora H brocha. Faço de conta que não aconteceu, acalmo e tento novamente. Acho um pouco constrangedor".

Veridiana revelou seu tipo de homem ideal. "Gosto de morenos fortes, os loiros não me atraem. Pele morena, um belo corpo e um olhar. Além disso, o que mais me seduz é um homem elegante. Gosto de luzes acesas, com certeza! Gosto de pegar meu parceiro, jogar no espelho e ver o ato, o contato, a química, a pele".

Sobre suas preferências, Veridiana explicou. "Prefiro receber sexo oral e minha depilação preferida é a cavada. Acho chique e delicada. Amo escolher a lingerie perfeita, as sandálias combinando. Para cada ocasião, uma lingerie inusitada, ou quem sabe até sem calcinha em um jantar. O importante é inovar com o parceiro".

Para finalizar, Veridiana falou sobre a importância do "tamanho" do parceiro. "Tamanho não é documento! Prefiro um órgão que faça algo direito e tenha química, qualidade".





Fotos: Divulgação / Tacca Neto / Site Diamond

Fonte: Bol

Mãe do cantor Wesley Safadão tem candidatura cassada no Ceará

Dona Bill, que teve a candidatura cassada, e o filho, Wesley Safadão, durante campanha em Aracoiaba, no Ceará (Foto: Facebook/Reprodução)
O Tribunal Regional Eleitoral cassou nesta quarta-feira (28) a candidatura da mãe do cantor Wesley Safadão, Maria Valmira Silva de Oliveira, conhecida como Dona Bill, candidata à vice-prefeitura de Aracoiaba, no interior do Ceará. A decisão cassa também a candidatura do titular, Antônio Cláudio (PSDB).

Na decisão, a juíza Cynthia Nóbrega Pereira F. Thomáz, da 67ª zona eleitoral, determinou que foi abuso de poder econômico e político a compra de ambulâncias para a cidade, anunciada como doação pessoal feita por Dona Bill.

O candidato Antônio Cláudio, por meio de nota, afirmou que a candidatura está mantida e que já divulgou a agenda de campanha para os próximos dias, mas não informou se irá recorrer da decisão.
Em nota divulgada nas redes sociais, Dona Bill diz que é vítima de "golpes baixos". "Estamos sendo vítimas de vários tipos de golpes baixos, rasteiras e mentiras, com a intenção de desestruturar as nossas ações de campanha. Ações essas que visam o bem de todos os aracoiabenses."

"Será possível que trabalhar pelo nosso povo, melhorar os atendimentos de saúde no nosso sertão merece ser condenado e apeado da vitória?", questiona a mãe do cantor, em rede social.
Inelegibilidade por oito anos

A decisão da juíza determina a inelegibilidade dos candidatos Maria Valmira Silva de Oliveira e Antônio Cláudio nas eleições 2016 e nos oito anos seguintes. A juíza também enviou os autos ao Ministério Público Eleitoral, para instauração processo disciplinar "e, se for o caso, de ação penal, juntamente com quaisquer outras providências que a espécie comportar".

G1/CE

Eleição de domingo terá reforço de 5.600 policiais militares no Estado

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargador Abelardo Benevides Moraes, recebeu na tarde desta quinta-feira, 29/9, os principais gestores públicos que comandam a segurança no Estado do Ceará, visando às eleições do próximo domingo. A reunião foi realizada na Sala de Sessões do TRE-CE e consolidou o alinhamento do plano que já está sendo adotado pelos órgãos de segurança do Estado, em sintonia com a demanda da Justiça Eleitoral.

Estiveram reunidos o secretário de Segurança Pública e Defesa da Cidadania do Estado do Ceará, Delci Carlos Teixeira, o comandante geral da Polícia Militar, coronel Geovani Pinheiro da Silva, o superintendente da Polícia Federal, delegado Delano Cerqueira Bunn, acompanhado pela delegada Juliana Pacheco e do delegado regional de Combate ao Crime Organizado, Wellington Santiago; o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Heraldo Maia Pacheco; o delegado geral da Polícia Civil, Raimundo de Sousa Andrade Júnior; o comandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual, coronel Francisco Carlos de Lima; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Stênio Pires Benevides; a secretaria da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário, Socorro França, e o superintendente da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania, Francisco Arcelino de Araújo Lima.

Além do presidente do TRE, desembargador Abelardo Benevides Moraes, estiverem reunidos a vice-presidente e corregedora regional eleitoral, Nailde Pinheiro Nogueira, o presidente da Comissão Permanente de Segurança do TRE, juiz Mauro Liberato, a diretora da EJE, juíza Joriza Magalhães Pinheiro, o diretor geral, Hugo Pereira Filho, e o procurador regional eleitoral, Marcelo Mesquita Monte, além do secretário geral adjunto da OAB-CE, Fábio Robson Timbó.

O secretário da SSPDS, Delci Teixeira, afirmou que “o plano já está sendo realizado na prática e vários policiais foram enviados para os municípios cujos juízes nos solicitaram reforços”. O secretário ressaltou ainda que “no dia da eleição todos os órgãos de segurança no Estado, inclusive Exército, ABIN e Polícia Federal, estarão mobilizados no Centro de Controle instalado na SSPDS para atuação coordenada na segurança das eleições”.

Plano de Segurança

De acordo com o planejamento elaborado, haverá um reforço de 5.600 policiais militares para o 1º turno das eleições, em todo o Estado, com a presença de pelo menos um oficial da PM em cada um dos municípios cearenses. Da capital, partirá, no dia 27 de setembro, um aditivo de 1 mil policiais para o interior, que terá cerca de 4 mil homens atuando no dia das eleições.

Só em Fortaleza, 1400 policiais estarão mobilizados, com reforço de 450 homens na capital e 220 na Região Metropolitana. Cerca de 170 viaturas da PM circularão pela capital, no dia da eleição, 80 na RM e 350 no interior. Além disso, uma aeronave também ajudará no trabalho de cobertura das ações da polícia.

O presidente do TRE mostrou-se confiante nas forças de segurança e “com a resposta dada por todos as instituições que vêm atendendo prontamente as demandas dos juízes eleitorais”. Para o desembargador Abelardo Benevides Moraes, “são questões pontuais que vão surgindo e ao mesmo tempo sendo resolvidas pela ação do Comando de Segurança no Estado, que não tem medido esforços para garantir à Justiça Eleitoral a realização de eleições transparentes, com segurança e celeridade”.

A corregedora regional eleitoral, desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira, afirmou que “os magistrados e servidores foram bem preparados para atuar nas eleições, mas precisam da ajuda das forças de segurança e esse apoio não nos tem faltado”. Ela agradeceu a “enorme colaboração das autoridades no Estado, que, sem dúvida, contribuirão para que tenhamos no domingo uma verdadeira festa da democracia”.

Desembargadores são afastados do TJCE

Dois dos três desembargadores investigados pela Polícia Federal (PF) por suspeita de envolvimento em venda de habeas corpus nos plantões do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) foram afastados das funções, na noite de ontem. O terceiro magistrado já é aposentado.
Em nota enviada à imprensa, a presidente do TJCE, desembargadora Maria Iracema Martins do Vale, afirmou que foi comunicada da decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Herman Benjamin, que afasta os magistrados Francisco Pedrosa Teixeira e Sérgia Maria Mendonça Miranda, "até ulterior deliberação". Eles estão proibidos, inclusive, de entrar nos próprios gabinetes que ocupam no Tribunal. Além do afastamento, o TJCE exonerou funcionários que também teriam tido envolvimento no esquema.
"Em face desta decisão, a Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará exonerou os ocupantes dos cargos comissionados de assessores e oficiais de gabinete vinculados aos mencionados magistrados e, para evitar prejuízo à atividade judicante, serão convocados Juízes de Direito, ad referendum do Órgão Especial, para substituir os magistrados afastados", afirma a nota do órgão.
Também ontem, a presidente do Judiciário cearense determinou a instauração de sindicância contra os magistrados suspeitos, já comunicada ao Órgão Especial do Tribunal de Justiça.
A Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) também informou que irá apurar, em paralelo às investigações da Polícia Federal (PF), a atuação dos três desembargadores alvos da segunda fase da 'Operação Expresso 150', deflagrada em Fortaleza na última quarta-feira (28). Francisco Pedrosa Teixeira e Sérgia Maria Mendonça Miranda, da ativa, e Váldsen Alves Pereira, aposentado, foram alvos da ação, junto a 14 advogados e outras sete pessoas.
O corregedor nacional de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, determinou, naquele mesmo dia, a abertura de Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD). Benjamin encaminhou ofício ao corregedor dando conhecimento de documentos, que mostram indícios de crimes praticados por parte de magistrados do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE).
Conforme a investigação, os suspeitos agiam em núcleos independentes. As negociações com os advogados eram realizadas através de intermediadores. No caso de Pedrosa, por exemplo, a esposa dele, Emília Maria Castelo Lira, é apontada pela PF como o elo entre o pagamento e a liberação dos habeas corpus impetrados pelos advogados. Em conversas através de aplicativo de celular, Emília tratava com os advogados Michel Sampaio Coutinho e Jéssica Simão Albuquerque Melo Coutinho, também marido e mulher, sobre as decisões que o marido assinaria posteriormente.
Váldsen, por sua vez, recebeu de uma única vez o valor de R$ 107 mil, em transferência bancária oriunda, conforme as apurações da PF, de um intermediador. O desembargador concedeu liminar beneficiando 300 candidatos eliminados em concursos da Polícia Militar nos anos de 2011 e 2012. As investigações apontam que cada um pagou o valor de R$ 5 mil pela liberação. O advogado José Joaquim Mateus Pereira, o "Zé Galinha", teria feito a negociação.
Já Sérgia Maria é citada em diálogos entre Michel Coutinho e o também advogado Carlos Eduardo Miranda de Melo. Ela teria concedido habeas corpus a um cliente de Coutinho, acusado de tráfico, em 2012.
Liga da Justiça
Um dos núcleos do esquema, conforme as investigações, mantinha as conversas através de um grupo no aplicativo WhatsApp. Intitulado "Racha do Megacu/Liga da Justiça", o grupo reúne advogados que conversam abertamente sobre os esquemas de compra de liminares.
O advogado Fernando Carlos de Oliveira Feitosa, o "Chupeta", fala em conversa transcrita pela PF, por exemplo, que em um plantão a desembargadora Sérgia Miranda "abriu foi as portas do presídio"(sic). Para os investigadores, "Chupeta", que é filho do desembargador Carlos Rodrigues Feitosa, investigado e afastado na primeira fase da operação Expresso 150, em junho de 2015, era o intermediador.
Fonte: Diário do Nordeste

Doença rara: Menino "Benjamin Button" nasce em Bangladesh‏


A comparação com o filme se tornou inevitável mundo afora. Um menino nasceu em Magura (Bangladesh) com o aspecto de um idoso, lembrando "Benjamin Button", título e nome de personagem, vivido na telona por Brad Pitt, que nasceu velho e foi rejuvenescendo.

De acordo com médicos, citados pelo "Metro", o bebê sofre de progéria (ou síndrome de Huntchinson-Gilford), que é uma enfermidade genética extremamente rara cujos sintomas se assemelham ao processo do envelhecimento, manifestando-se logo nos primeiros anos de vida.

O bebê tem muitas rugas no rosto, o corpo é encolhido e com muitos pelos e os olhos têm expressão bem distinta da de recém-nascidos.

Os pais, Biswajit e Parul Patro, estão radiantes com o nascimento, chamado por eles de "milagre".

"Só podemos agradecer a Deus. Não há motivo para ficar triste com a aparência do meu filho. Vamos aceitá-lo do jeito que ele é. Estamos bem felizes por ter um bebê em casa", afirmou o pai.

A casa da família Patro tem recebido muitos curiosos para ver o bebê.

O menino está em bom estado de saúde, mas os médicos não ainda sabem que medidas devem tomar nos próximos anos.

Fonte: Agência O Globo

Cenário de muita violência com ameaças, atentados e assassinatos no Interior às vésperas das eleições


Nos últimos três dias, 34 pessoas foram mortas no Ceará, sendo 19 delas no Interior Faltando menos de 72 para o início do pleito eleitoral do próximo domingo (2), o Interior cearense passa por momentos de tensão e violência. Somente nos últimos quatro dias (intervalo entre o domingo e a quarta-feira), nada menos que 34 pessoas foram assassinadas no estado e destas, 19 em municípios interioranos. O clima de acirramento político tem produzido atentados, ameaças e também mortes. Por conta desse clima de animosidade, o reforço policial que deveria ser deslocado nesta sexta-feira (30), foi antecipado para alguns Municípios onde a violência tem sido mais intensa. É o caso, por exemplo, da cidade do Icó (a 375Km de Fortaleza), onde foi determinada uma “Operação Ocupação” com equipes policiais da Capital e até um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), além de efetivos do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e do BPRaio. Sem contar com tropas federais (Exército Brasileiro) nestas eleições, o Ceará deverá ter garantidas as eleições somente com efetivos estaduais (polícias Civil e Militar), além da própria Polícia Federal. Somente da PM, serão mobilizados 5.600 homens em um efetivo extra. Na Região Metropolitana de Fortaleza, a maior preocupação é com o Município de Caucaia, onde o acirramento da campanha já produziu até assassinatos e as denúncias de compra de votos e de financiamento de campanha por parte de facções criminosas teriam por trás sido ações de uma milícia armada. Violentos Outros Municípios que estão sendo alvo da ação redobrada do Tribunal Regional Eleitoral e das forças da Segurança Pública são: Sobral, Acopiara, Iguatu, Aiuaba, Saboeiro, Senador Pompeu, Mombaça, Quixadá, Juazeiro do Norte, Lavras da Mangabeira, Quixeramobim, Amontada e Boa Viagem. Em Aiuaba, na Região dos Inhamuns (a 430Km da Capital), um vereador candidato à releição foi executado a tiros na noite do último sábado (24), quando tinha acabado de participar de uma carreata seguida de comício na zona rural. O Município também já está com reforço policial desde o fim de semana passado.

VALE A PENA VER DE NOVO: Vídeo mostra briga entre jornalista e candidato a senador no Acre


Matéria exibida no Site G1 em 11/08/2010 14h30 - Atualizado em 11/08/2010 14h52.


João Correia (PMDB) trocou insultos com apresentador de emissora. "Fui espancado", disse Correia. 'Ele estava desequilibrado', disse jornalista.

Um vídeo que registra a pancadaria entre Demóstenes Nascimento, apresentador da TV 5, afiliada da Rede Bandeirantes no Acre, e o candidato ao Senado João Correia (PMDB-AC), foi parar na internet nesta quarta-feira (11). O material foi gravado na tarde desta terça (10) para um programa de entrevistas que seria exibido pela emissora na noite do mesmo dia. O programa não foi ao ar.

Segundo Nascimento, a emissora realiza uma rodada de entrevistas com os candidatos ao Senado pelo Acre. A certa altura da gravação com Correia, o candidato aparece no vídeo insultando o apresentador: “Você é um merda de nada, rapaz...” Demóstenes revida: “Merda é você, rapaz”.

A gravação foi postada no site YouTube na manhã desta quarta (11). São 45 segundos de bate-boca. O jornalista afirmou que o vídeo exibido pelo site é autêntico, sem edição.

O candidato acusa o apresentador de ter ligações com o governo do Acre. “Você é uma criatura... Ah, com educação, com educação, seu lacaio. Você é um lacaio, um empregado do governo e ponto final”, afirmou Correia.

O jornalista então resolve encerrar a entrevista e é quando a briga começa. “Nós vamos encerrar nossa entrevista aqui, porque não dá para conversar com este cidadão. Corta.”

Versão do jornalista

Por telefone, o jornalista Demóstenes Nascimento relatou sua versão ao G1. “A direção da televisão reuniu todos os representantes de coligações para a gente fazer uma rodada de entrevistas com candidatos ao Senado e depois ao governo. As mesmas perguntas foram separadas para todos os candidatos, tudo certinho.”

Ainda segundo o jornalista, foi no momento em que a entrevista foi encerrada que o candidato se irritou. “O cara estava completamente desequilibrado, fugiu das perguntas para denegrir a imagem de todo mundo. Ele começou a me xingar e tive de encerrar a entrevista porque não tinha como colocar aquilo no ar. Aí, cancelei a entrevista e ele veio pra cima de mim e tive que me defender”, afirmou.

Tanto o jornalista quanto a emissora de TV prometeram acionar judicialmente o candidato.

Versão do candidato

Ao G1, depois de prestar depoimento à polícia nesta quarta, João Correia disse que o episódio “não foi uma briga”, mas um “espancamento”.

“Não foi briga. Eu fui espancado. Não tive nem chance de me defender”, afirmou Correia.

O candidato disse ter sido agredido pelo apresentador por ter feito acusações sobre supostas irregularidades que envolveriam os proprietários da emissora de TV que organizou a entrevista. Correia disse que o partido irá acionar a Justiça Eleitoral para apreender a fita e adotar as medidas cabíveis.

“O partido vai ingressar na Justiça Eleitoral para fazer a apreensão da fita. Não sou grande coisa, mas também não sou o Escadinha, o Bandido da Luz Vermelha. O meu medo é que isso vire bala de fuzil. Mas eles não vão me parar. Só se me matarem”, avisou Correia.

Fonte: G1 com YouTube

BIZARRO: Bebê nascido na Índia se parece com um senhor de 80 anos



Os médicos o diagnosticaram com progéria, uma rara enfermidade que se manifesta em uma de cada 4 milhões de crianças nascidas pelo mundo.
Um bebê nascido em Magura, um distrito de Bangladesh, no último domingo, está chamando a atenção de todo o mundo por conta de sua aparência. Diagnosticado pelos médicos com uma rara doença chamada progéria, ou síndrome de Huntchinson-Gilford, ele tem características físicas de pessoas idosas tais como rugas, muitos pelos e encolhimento do corpo.

O médico que está tratando da criança disse ao jornal “Metro” que ele “não se parece de forma alguma com um recém nascido. Há sinais proeminentes de envelhecimento em seu corpo”.

A maioria das crianças com progéria, que se manifesta em um de cada 4 milhões de nascimentos no mundo, não vivem muito além dos 13 anos de idade.
Filme

Por conta desse aspecto, seu nascimento vem sendo comparado ao filme “O curioso caso de Benjamin Button”, interpretado por Brad Pitt, no qual um sujeito nasce velho e vai rejuvenescendo ao longo da vida.

Os pais do bebê não se importaram com nada disso e se dizem “radiantes” com o filho recém-nascido, chamado por eles de “milagre”.

Biswajit Patro, o pai do menino, não conseguiu conter sua alegria. “Nos só podemos agradecer a Deus. Não há motivos para ficar infeliz por conta da aparência do meu filho. Nós o aceitamos do jeito que ele é. Estamos muito felizes de ter um menino em casa”.

A casa da família está recebendo muitos curiosos para visitar o bebê, que passa bem de acordo com os médicos. Entretanto, eles ainda não sabem dizer quais medidas devem ser tomadas para cuidar de sua saúde nos próximos anos.

Fonte: Último Segundo

Santa que teve o corpo embalsamado há 300 anos "abre os olhos"; assista



Há 300 anos, uma menina que virou santa teve o corpo embalsamado após ser morta a facadas pelo pai.

Santa Inocência era uma menina que decidiu receber a primeira comunhão contra o desejo do pai. Revoltado com a rebeldia da filha, ele a matou de forma brutal.

A santa, exibida na Catedral de Guadalajara (México), recentemente voltou aos holofotes por causa de um vídeo. Fiéis garantem que Santa Inocência abriu os olhos...

Assista e tire suas conclusões:


Fonte: blogs.oglobo.globo.com

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

IMPRESSIONANTE! VÍDEO MOSTRA UMA SÉRIE DE ATAQUES DE COBRAS ANACONDAS A SERES HUMANOS




Cobras Anaconda Sucuri GIGANTES atacam seres humanos! Casos verídicos. Confira no vídeo a seguir.


Via YouTube

VÍDEO: VEJA COMO É UM PAÍS DE PRIMEIRO MUNDO!



Vendas na rua sem vendedor, sem fiscalização, sem câmeras... Na Suíça o pequeno comercio de rua é feito na base da confiança!
Quando isso será possível no Brasil? 

Confira no vídeo:

Servidor público deve se aposentar aos 65 anos após reforma


Pelo texto que está sendo avaliado pelo presidente Michel Temer, a idade mínima para servidores homens e mulheres se aposentarem subirá para 65 anos (Foto: DR)

A proposta de reforma da Previdência do governo pretende promover a convergência das regras de aposentadoria dos trabalhadores da iniciativa privada com as dos servidores públicos. Isso vai implicar no aumento da idade mínima para que funcionários públicos se aposentem - atualmente, 55 anos para mulheres e 60 para homens.

Pelo texto que está sendo avaliado pelo presidente Michel Temer, a idade mínima para servidores homens e mulheres se aposentarem subirá para 65 anos, assim na iniciativa privada.

A exigência do tempo de contribuição para ter direito ao benefício integral também será alterada. Hoje, os funcionários públicos conseguem se aposentar sem descontos com 30 anos (mulheres) e 35 anos (homens) de serviço. A nova regra seguirá o critério da iniciativa privada: entre 45 anos e 50 anos como período necessário para a aposentadoria integral, com tempo mínimo de 25 anos para ter direito a requerer aposentadoria.

Regras para concessão da pensão por morte devem ficar mais restritivas, impedindo o acúmulo de aposentadorias. O mesmo valerá para trabalhadores da iniciativa privada. "As regras de pensão vão mudar para todos", disse uma fonte do governo. Segundo um técnico envolvido na elaboração da proposta, a ideia é reduzir disparidades entre os regimes privado e público.

Na área econômica do governo, há a defesa de que haja o aumento da contribuição previdenciária dos servidores públicos, atualmente em 11%, para algo entre 13% e 14%. Como contrapartida, seria elevada a contribuição dos órgãos públicos empregadores, de 22% para 28%.

Assim como os trabalhadores da iniciativa privada, todos os servidores com menos de 50 anos se enquadrariam nas novas regras. Para os trabalhadores acima dessa idade, haveria um pedágio de 50% no tempo que falta para a aposentadoria.

"Normalmente, servidores públicos saem ilesos das constantes reformas da Previdência, mas dessa vez não devem escapar", disse Rômulo Saraiva, advogado especialista em direito previdenciário.

"Essa convergência nas regras já era para ter sido feita há muito tempo, mas antes tarde do que nunca", afirmou o consultor de orçamento da Câmara dos Deputados, Leonardo Rolim. Ex-secretário de Previdência Social, Rolim defende a unificação das regras, mas em institutos separados para que o INSS não assuma um passivo de R$ 5 trilhões dos Estados e municípios que possuem rombos nas previdências de seus servidores públicos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


IMAGENS FORTES! Dê uma olhada como ficaram três bandidos após eles trocarem tiros com a polícia; veja vídeo

Três bandidos foram trocar tiros com a polícia no Rio de Janeiro e se deram mal, muito mal.

O vídeo e as fotos abaixo mostram o estado dos três bandidos: um quase teve a mão direita arrancada à bala; o outro ficou praticamente irreconhecível; e o terceiro, baleado nas costas, chegou quase morto.

 PORTAL DO ZACARIAS 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!




 Veja o vídeo:


Sem calcinha e com look vazado, Anitta provoca em piscina em foto ousada

Foto: Reprodução / Internet

Anitta resolveu ousar mais uma vez em seu Instagram na manhã desta quarta-feira (28)
Posar sem a parte de baixo não é para qualquer uma. E Anitta resolveu ousar mais uma vez em seu Instagram na manhã desta quarta-feira (28).

Com um look vazado preto e sem a parte de baixo, ela fez uma pose sensual e provocante para alegria de seus seguidores na rede social.

A morena está afastada dos shows em razão de um cisto nas suas cordas vocais e não pode falar nem com a própria família.




Fotos: Reprodução / Instagram

Fonte: Rede Tv

Boris Casoy deixa a Bandeirantes e acerta com a Rede TV!


Boris decidiu deixar a Bandeirantes e, por consequência, a apresentação do "Jornal da Noite". (Foto: Divulgação)

Após quase nove anos na emissora, Boris Casoy deixará a Rede Bandeirantes e irá para a RedeTV!. O contrato do jornalista vence nesta sexta-feira (30) e não será renovado por desejo dele.

Boris decidiu deixar a Bandeirantes e, por consequência, a apresentação do "Jornal da Noite". Ele já está com tudo acertado para ser o âncora principal do "Rede TV News", na Rede TV!, a partir da primeira quinzena de outubro.

A Band – e a alta direção da emissora – já foi comunicada sobre a saída do jornalista, e a Rede TV! já tem tudo acertado com ele. À coluna, Boris declarou que a saída "foi de comum acordo, da maneira mais amistosa possível".

Boris estava cansado de trabalhar naquele horário, mas só tem elogios à Bandeirantes. "Uma casa maravilhosa para trabalhar". Ele reforça que não tem queixa nenhuma da Bandeirantes.

Em comunicado oficial, a emissora reforçou que a não renovação do contrato foi de comum acordo e definiu o relacionamento com o jornalista como "uma ótima relação profissional". "O jornalismo da Band produziu ótimos resultados com o Boris e foi um prazer trabalhar com ele", afirmou na nota o diretor de jornalismo da Band, Fernando Mitre.

Também no comunicado, Boris aproveitou para agradecer à Bandeirantes: "Foi um período fértil na minha vida profissional. A Band, com seu apoio e sua confiança, me proporcionou condições de trabalho  que permitiram realizar um bom projeto. Só tenho a agradecer".

Consultada, a RedeTV! informa que "só irá se manifestar sobre o assunto após o encerramento do contrato do Boris Casoy com a Band".

O substituto do Boris no "Jornal da Noite", até segunda ordem, será o Antonio Pétrin, que já é da casa, saiu do esporte para o jornalismo e sempre fez as folgas do titular.

Boris Casoy estreou na TV em 1961, como repórter da TV Tupi. O jornalista também teve passagens pelo SBT e pela Record, de onde saiu em 2005. Ele estava na Band desde o começo de 2008.


Fonte:uol

Vice-governador de Goiás é baleado; candidato a prefeito morre


Momento em que o atirador atingiu o cabo da PM Vanilson João Pereira (caído) durante o atentado em Itumbiara, no sul de Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O vice-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), de 44 anos, foi baleado, na região do abdômen, durante uma carreata nesta quarta-feira (28), em Itumbiara, região sul de Goiás. Um atirador atingiu quatro pessoas e foi morto por seguranças do governo. Morreram no atentado o candidato à prefeitura de Itumbiara José Gomes da Rocha (PTB), de 58 anos, conhecido como Zé Gomes, e o cabo da PM Vanilson João Pereira, de 36 anos.

José Eliton, que também é secretário de Segurança Pública do estado, está como governador em exercício, já que o governador Marconi Perillo (PSDB) viajou no último dia 19 deste mês para uma missão comercial nos Estados Unidos.

Segundo o delegado regional de Itumbiara, Ricardo Chueire, o atirador foi identificado como Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, funcionário da prefeitura. Imagens mostram o tumulto e barulho de tiros no momento do atentado.

Conforme a assessoria de imprensa do Governo de Goiás, o atirador parou na frente do veículo onde Eliton e José Gomes estavam e efetuou vários disparos. O quarto atingido foi o advogado da Prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, de 62 anos, que também participava da carreata.

Eliton foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Modesto de Carvalho, em Itumbiara. Uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea de Goiânia transportou o vice-governador e o advogado Célio Rezende para a capital.

Ao chegar ao Aeroporto Santa Genoveva, por volta de 22h, eles foram encaminhados em uma ambulância do Corpo de Bombeiros para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), onde devem permanecer internados.

A Assessoria da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás informou, às 20h51, que o estado de saúde do vice-governador era estável e ele não corria risco de morte.

"José Eliton está sedado e em procedimento de transferência, em UTI aérea, para Goiânia. O governador em exercício foi atendido de imediato pela equipe médica do Hospital Municipal de Itumbiara, onde passou por cirurgia. O advogado Célio Rezende também está em procedimento de transferência para o Hugol, em Goiânia, na mesma UTI área em que será transportado o governador em exercício", disse o comunicado.

Ainda de acordo com a assessoria, o retorno de Marconi Perillo a Goiás estava previsto para a próxima sexta-feira (30). No entanto, devido ao atentado, ele antecipou a volta e deve chegar a Goiânia na quinta-feira (29), por volta das 11h. Em seguida, concede uma entrevista coletiva sobre o caso.

Enquanto Perillo não retorna a Goiás, o presidente da Assembleia Legistaltiva, Hélio de Sousa (PSDB), é o governador em exercício.

O ataque

O deputado federal Jovair Arantes (PTB) também estava no veículo que foi alvo do ataque. Ele contou que o atirador estava sozinho em um carro que seguia na pista contrária à do comboio.

"Todo mundo achou que vinha pegar na mão, mostra um papel para o Zé [José Gomes]. De repente, ele sacou a pistola e começou a atirar a esmo. Graças a Deus que um segurança da responsabilidade da vice-governadoria estava presente e matou o cara", afirmou.

A Executiva do PSDB Goiás divulgou nota lamentando o atentado. "José Gomes da Rocha liderava as pesquisas entre os candidatos a prefeito de Itumbiara. Foi um homem honrado, trabalhador e muito querido, sobretudo pela população. A Executiva presta sua homenagem ao segurança Vanilson, também vítima fatal do atirador. Muito triste haver pessoas capazes de atos de tamanha violência e covardia".

G1


Justiça Eleitoral identifica 93 mil que doaram sem possuir renda compatível


Suspeita é que candidatos usaram CPF de cidadãos para engordar seus caixas (Foto: Folhapress)

No último balanço antes das eleições de domingo (2), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) identificou 93 mil pessoas de baixa renda ou com ganhos incompatíveis às contribuições que fizeram para candidatos a prefeito e a vereador. Ao todo, eles teriam doado R$ 300 milhões.

Para o TSE, esses casos evidenciam suspeitas de que algumas campanhas utilizaram CPFs de cidadãos comuns para engordar o caixa de seus candidatos. Esta é a primeira corrida eleitoral em que empresas não podem apoiar financeiramente candidatos.

O levantamento aponta para 22,4 mil inscritos no Bolsa Família que, supostamente, injetaram R$ 21,1 milhões para campanhas. Há ainda 46,7 mil desempregados que teriam contribuído com R$ 52 milhões. Um único eleitor sem emprego, conforme o mapeamento, desembolsou R$ 100 mil a um postulante a prefeito de Porto Alegre.

O TSE lista também 23,8 mil cidadãos que possuem renda incompatível com o valor doado. Juntos, teriam participado com R$ 227,5 milhões, sendo que 31 deles aparecem como donos de repasses acima de R$ 300 mil.

O material revela ainda suspeitas de utilização de nomes de mortos. Até a segunda (26), data de conclusão dessa etapa do trabalho, havia R$ 272 mil doados por 143 falecidos.

Os dados não diferenciam contribuições financeiras e doações estimativas. Esta última ocorre quando um voluntário presta serviço ou cede algum bem ou material à campanha. Mesmo que não tenha pago pela mão de obra ou pela benesse, o candidato é obrigado a registrar o valor atribuído à contribuição.

Balanço do TSE divulgado na semana passada mostrava que dois terços das supostas contribuições feitas por beneficiários do Bolsa Família referiam-se a estimativas.

O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, dá um exemplo para dizer que mesmo doações estimativas podem ter ilegalidade. "Você pega um caso, como vimos, de alguém que recebe Bolsa Família e presta um serviço de produção de vídeo por R$ 68 mil. O sujeito está na linha de pobreza e presta serviço nesse valor, trabalha de graça?".

O levantamento é elaborado pelo TCU (Tribunal de Contas da União) a partir do cruzamento de informações da Justiça Eleitoral.

Ao todo, o TCU listou 12 categorias em que surgiram indícios de irregularidades, tanto por parte de doadores quanto de empresas que prestam serviço às campanhas.

O estudo, que continuará sendo feito até depois do dia da votação, é entregue semanalmente ao TSE, que o repassa ao Ministério Público e a juízes eleitorais. Cabe aos procuradores e magistrados avaliar a abertura de investigações. Se for comprovada a participação do candidato em fraudes, seu registro pode ser cassado.

Fonte: Folha de S. Paulo

‘Tropeço na democracia’, diz ministro Lewandowski sobre impeachment

Tropeço na democracia, diz ministro sobre impeachment
Conteúdo e foto: Estadão
BRASÍLIA – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, lamentou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e classificou o episódio como “um tropeço na democracia”. O comentário foi feito durante uma de suas aulas na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), onde o ministro leciona Teoria do Estado. Lewandowski foi responsável pela condução do julgamento de Dilma no Senado. A gravação foi registrada na última segunda-feira, 26, pela revista Caros Amigos.
Antes de encerrar a aula, Lewandowski criticou o presidencialismo de coalizão, que considerou ser fruto da Constituição de 1988, com o aumento dos partidos, mas também de um “erro” do Supremo, que acabou com a cláusula de barreiras. “Deu no que deu. Nesse impeachment que todos assistiram e devem ter a sua opinião sobre ele. Mas encerra exatamente um ciclo, daqueles aos quais eu me referia, a cada 25, 30 anos no Brasil, nós temos um tropeço na nossa democracia. É lamentável. Quem sabe vocês, jovens, consigam mudar o rumo da história.”
Lewandowski também criticou a iniciativa do governo Michel Temer de propor a reforma do ensino médio através de uma medida provisória, na semana passada, sem consultar a população. “Grandes temas como o estatuto do desarmamento tiveram um plebiscito para consultar a população. Agora a reforma do ensino médio é proposta por medida provisória? São alguns iluminados que se fecharam dentro de um gabinete e resolveram tirar educação física, artes? Poxa, nem um projeto de lei não foi, não se consultou a população”, declarou Lewandowski.
Ele afirmou ainda que “o Estado democrático de Direito é aquele que amplia direitos e complementa a democracia representativa mediante a participação popular”. Para Lewandowski, “todas as leis importantes” só deveriam entrar em vigor após um plebiscito ou um referendo regulado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo, segundo Lewandowski, poderia ser estipulado em alguns meses pelo próprio TSE. “A iniciativa legislativa tinha que ser facilitada também, pois o número de assinaturas mínimo é praticamente impossível”, comentou aos alunos.

Chegada do assassino da menina Rakelly no presídio provoca tumulto e ameaças de linchamento

assassino da criança
Foto tirada logo após a chegada de José Leonardo na CPPL 6, no fim da tarde desta terça-feira
Um tumulto generalizado foi registrado no começo da noite de ontem em um dos presídios do Complexo Penitenciário de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O motivo do incidente foi a chegada ali do homem acusado de raptar, violentar e assassinar a menina Rakelly Matias Alves, 7 anos, na semana passada.
A transferência do estuprador e assassino foi autorizada pela Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejus). O preso, José Leonardo Vasconcelos Graciano, 33 anos, estava desde o último sábado num dos xadrezes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Bairro de Fátima, em Fortaleza, onde confessou o crime.
Mesmo estado recolhido numa cela isolada dos demais presos, Leonardo vinha sendo ameaçado de morte nas dependências da DHPP, o que levou a diretora daquele órgão, delegada Socorro Portela, a requisitar uma vaga para ele no Sistema Penitenciário.
No entanto, a transferência do  estuprador logo “vazou” dentro do Sistema Penal no momento em que ele foi encaminhado à Casa de Privação Provisória da Liberdade Seis (CPPL 6), onde os presidiários ali recolhidos iniciaram uma confusão.
Mantido longe dos demais internos, o assassino da menina ainda assim está sob ameaças, e sendo mantido sob vigilância durante 24 horas.
O crime
A criança desapareceu da casa dos pais, na comunidade de Gereraú, em Itaitinga, na tarde de quarta-feira passada (21). Buscas foram feitas durante três dias, até  que no começo da noite do último sábado (24), o corpo foi encontrado dentro de uma cacimba em um sítio do qual o suspeito trabalhava como caseiro. O imóvel fica bem próximo da casa dos pais de Rakelly.
Detido, Leonardo apresentou versões contraditórias sobre o caso até que, finalmente no domingo (25), contou toda a verdade para a equipe da DHPP. A Perícia Forense revelou que o corpo da menina foi encontrado amordaçado e com um saco plástico na cabeça. A garota morreu asfixiada depois de abusada sexualmente (estuprada) pelo assassino.
O acusado foi autuado em flagrante delito e, na tarde de ontem, o Ministério Público Estadual (MPE)  pediu à Justiça a decretação de sua prisão preventiva. 

PF faz operação cumprir mandados judiciais contra três desembargadores e 14 advogados do esquema de venda de liminares

PF
Uma operação desencadeada na manhã desta quarta-feira (28),  em Fortaleza, pela Polícia Federal teve como alvo residências, escritórios e gabinetes de três desembargadores e 14 advogados, suspeitos de envolvimento num esquema criminoso de venda de liminares para bandidos pertencentes a organizações criminosas. A ordem partiu do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a pedido da Polícia Federal no Ceará.
Os  nomes dos envolvidos não foram divulgados oficialmente pelas autoridades, mas são pessoas que já tiveram suas identidades reveladas anteriormente pela Imprensa local como investigadas no esquema montado dentro do Tribunal de Justiça do Ceará para a concessão de liberdade aos bandidos pelo preço de R$ 150 mil por cada habeas corpus concedido nos plantões de fins de semana e feriados no TJCE.
Os mandados expedidos pelo STJ e já cumpridos pela PF são nove de busca e apreensão e outros 14 de condução coercitiva, quando os suspeitos ou indiciados são conduzidos mesmo à força à presença da Justiça para prestar depoimento.  Os mandados foram expedidos pelo ministro Herman Benjamin.
Ao acatar o pedido da Polícia Federal, o ministro explicou que “há fortes indicativos  de conluio entre advogados e desembargadores visando à liberação de criminosos através da concessão de liminares em habeas corpus impetrados principalmente durante os plantões judiciais”.
Já a Polícia Federal, em nota à Imprensa sobre as investigações, foi enfática ao declarar que: “vislumbrou-se fartas evidências sobre as negociatas das decisões”.
A venda de liminares teria beneficiado cerca de 300 bandidos ligados a crimes graves como tráfico de drogas, ataques a carros-fortes e assaltos a bancos. Seriam criminosos pertencentes à facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC).
Nomes
Entre os investigados pela PF e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estão os desembargadores cearenses Paulo Timbó, Váldsen da Silva Pereira e Carlos Feitosa.  E entre os 14 advogados, estão: Michel Sampaio Coutinho, Daniel Francisco de Almeida Ferreira, Mauro Rios Júnior, Fernando Carlos de Oliveira Feitosa, Marcos Paulo de Oliveira Sá e Maria Goreth Ferreira (ex-delegada de Polícia Civil)./////.blogdofernandoribeiro.com.br