LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88] 9 9788 5932

terça-feira, 29 de julho de 2014

Mãe confessa ter matado menino encontrado dentro de sofá, diz polícia










Keven Sobral, de 2 anos, foi encontrado morto dentro de sofá (Foto: Reprodução/TV Globo)
A mãe do menino de 2 anos encontrado morto dentro de um sofá em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, confessou o crime em depoimento à polícia nesta segunda-feira (28). A criança estava desaparecida desde o dia 24 de julho, e o corpo foi achado na casa dos tios, que estavam viajando.

A mãe, de 19 anos, foi presa em flagrante por ocultação de cadáver, e a morte do garoto será investigada. A causa do assassinato não foi divulgada. A Polícia Civil não informou onde a jovem vai ficar detida.

Segundo a PM, os tios moram no mesmo terreno da família da vítima. Eles disseram à polícia que estavam viajando e que, quando chegaram, sentiram um cheiro estranho.

Ainda segundo o relato do tio à polícia, ao entrar na casa, a mulher dele viu uma poça semelhante a sangue debaixo do sofá e saiu correndo para chamá-lo. Neste momento, perceberam o mau cheiro. Eles contaram que o móvel foi removido do lugar e o corpo, descoberto. Keven Gomes Sobral foi reconhecido por causa das roupas que usava. No dia 24, os pais do garoto denunciaram o desaparecimento, e o Corpo de Bombeiros chegou a entrar na casa dos tios, mas não encontraram a criança.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, por causa do estado de decomposição, não foi possível ver se havia marcas de violência pelo corpo, que foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML), em Betim, na Grande BH. Detalhes sobre velório e enterro da criança não haviam sido divulgados até a publicação desta reportagem.

Fonte: G1

TRE barra mais 18 registros de candidatura no Ceará









Vereador de Fortaleza, Aonde É, foi um dos que ontem tiveram registros indeferidos (Foto: Lucas de Menezes/Diário do Nordeste)
O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) indeferiu, na sessão de ontem, mais 18 pedidos de registro de candidatura. Até o momento, das 874 solicitações formalizadas, foram julgados 517 processos e 27 pretensos candidatos já foram barrados pelo órgão. No entanto, foram deferidos 468 registros e 15 DRAPs (Demonstrativo de regularidade de atos partidários), além de homologadas 7 renúncias. Todos os impugnados podem ainda recorrer da decisão para o TSE.

Das candidaturas barradas durante a sessão de ontem, 6 foram motivadas por falta de quitação eleitoral provocada por ausência em algum pleito anterior. O vereador Aonde É (PTC) é um dos pretensos candidatos a deputado estadual impedidos por esse problema. Ainda nos julgamentos de ontem, outras 5 candidaturas foram barradas por falta de prestação de contas referente à última eleição e outros três pretensos postulantes foram impedidos concorrerem por não constarem como filiados dos partidos que representam.

Impugnadas
O TRE também indeferiu, ontem, duas candidaturas impugnadas pela Procuradoria Regional Eleitoral. Uma delas foi a solicitação do ex-prefeito de Pacajus, José da Cunha, que já foi condenado por improbidade administrativa e também teve rejeitada a prestação de contas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). A outra candidatura negada foi a do ex-prefeito de Horizonte, José Rocha Neto. Ele também teve as contas rejeitadas pelo TCM.

Já Aline da Silva (PTC)não poderá disputar o pleito, porque ainda não teria 21 anos caso assumisse o cargo, enquanto Ana Mirtes Machado deixou de apresenta a fotografia exigida pela legislação eleitoral. As 18 candidaturas indeferidas, ontem, juntaram-se a outras 9 que já haviam sido rejeitadas pelo TRE.

Do total de candidaturas indeferidas, 22 solicitações eram para o cargo de deputado estadual, enquanto outras 5 eram para o pleito de deputado federal. Quanto à eleição majoritária, apenas a candidatura de Ailton Lopes (PSOL) ao Governo do Estado foi julgada.

Das 31 agremiações partidárias vigentes no Estado, há 16 legendas na relação de partidos que já tiveram os candidaturas com registros indeferidos. Estão o PSC, PDT, PC do B, PROS, PSDC, PTN, PPS, PTC, PR, PRP, PTB, PTdoB. PEN, PRTB, PSDB e também o PMDB. O TRE têm prazo até o dia 5 de agosto para julgar os demais processos de registros. Até lá, diariamente, haverá sessão de julgamento, inclusive no sábado e domingo.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário