LEIA COM ATENÇÃO

Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com WHATSAPP [88]

sábado, 23 de setembro de 2017

Agentes de segurança do Ceará terão app com “botão do pânico” para acionar reforços em emergências


Secretário de Segurança André Costa
Os agentes das forças de segurança cearenses terão à disposição um aplicativo com um “botão de pânico”, que aciona reforços em situações de risco. Bastará segurar o mecanismo por três segundos que o alerta será emitido, informando localização e identificação do agente. O programa está em fase de elaboração.

Essa é uma das medidas anunciadas pelo secretário da segurança André Costa para a valorização desses profissionais e combate à violência no Estado. Durante sessão na Assembleia Legislativa do Estado (Al/Ce), na última quarta-feira (20), André Costa anunciou também o desenvolvimento de um outro aplicativo, este com intuito de melhor alocar policiais ao identificar regiões com maior incidência de crimes.

De acordo com o secretário, 80% dos crimes em Fortaleza ocorrem em uma área de apenas 40% do território da cidade. O aplicativo é desenvolvido em parceria gratuita com o Departamento de Informática da Universidade Federal do Ceará (UFC). O mecanismo começou a ser testado na última sexta (15).

Além das novas tecnológicas, André Costa citou que o Estado está adquirindo 125 fuzis novos norte-americanos. Também estão sendo adquiridas 6,5 mil pistolas, 120 espingardas calibre 12, 120 carabinas e submetralhadoras ponto 40. Outros 5 mil coletes à prova de bala ainda serão disponibilizados, mil vindos das Forças Federais e o restante, do próprio Estado.

Outra medida pró-agentes de segurança listada pelo secretário é o trabalho desenvolvido pelo
Centro Biopsicossocial da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), iniciada neste ano. Também citou a criação do Conselho de Defesa do Policial no Exercício da Função (CDPEF), uma reunião de advogados voluntários que prestam assessoria jurídica, gratuitamente, a agentes envolvidos em processos disciplinares ou judiciais após ocorrências policiais.

“Nós investimos no nosso profissional e cuidamos dele para que ele possa cuidar dos cidadãos nas ruas”, declarou André Costa.

Combate à criminalidade

Além de ações voltadas a policias, peritos e bombeiros, André Costa elencou ações da SSPDS visando combater, diretamente, à criminalidade. Ele destacou o aumento de 14% no número de casos resolvidos pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o que só teria sido possível devido a reestruturação da especializada.

A resolutividade chega a 85%, afirma, quando as vítimas são agentes de segurança, coberto pela 11ª delegacia da DHPP. Ele também afirmou que a divisão aumentou em 86% o número de prisões. Ele prometeu que a especializada seria levada a cidades interioranas, o que também aconteceria com a Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e da Coordenadoria de Inteligência da SSPDS, além dos Batalhões de Polícia de Choque (BPChoque) e de Divisas. Outra medida da SSPDS destacada foi ampliação do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) às cidades com mais de 50 mil habitantes.

Outra ampliação ocorreu no número de delegacias 24 horas em Fortaleza, reflexo, segundo André Costa, do aumento no efetivo da Polícia Civil. A PM também aumentou seus quadros, com as 4.200 vagas abertas no último concurso, lembrou André Costa.

“Somente neste ano, conseguimos apreender uma tonelada de drogas e cerca de 20 armas por dia. Cerca de 130 ônibus estão passando por nossas blitze por dia”, afirmou.

Fonte: Tribuna do Ceará

Musa de 17 anos comete suicídio em pleno setembro amarelo; veja as fotos

A modelo de 17 anos que tentou tirar a própria, Vânia Maísa, teve a morte encefálica confirmada. Ela teve seu caso exposto ao tentar se suicidar no Setor Embratel. Segundo informações de uma fonte no Hospital Regional de Vilhena, Rondônia, local onde ela estava após ser resgatada, os primeiros exames confirmam que já não há mais atividade cerebral.


Infelizmente, no momento o quadro já é definitivo e irreversível.

Como existe uma precaução para confirmar ou descartar a morte dela, os aparelhos serão mantidos por um tempo. Os familiares já foram comunicados para decidir se os órgãos da adolescente serão ou não doados. Se a resposta for positiva, médicos de Porto Velho irão à cidade de Vilhena retirar os órgãos após a confirmação do a morte.

Vânia era conhecida por sua beleza e em agosto deu uma entrevista em que falava sobre seus sonhos para o futuro. Segundo ela, sua vontade maior era terminar o ensino superior e conhecer vários países do mundo. A moça ainda afirmou que sua beleza vinha principalmente de sua simpatia.

Aos 17 anos, ela já era modelo e monitora de ginástica rítmica e não se sentia intimidada com os holofotes.

Sua internação aconteceu no dia 19 de setembro, quando foi encontrada por sua irmã e cunhado tentando se matar enforcada. Os bombeiros foram acionados e a moça foi ressuscitada. A morte encefálica da jovem teria sido dada logo quando ela chegou no hospital, a informação é do site Painel Político.

A principal suspeita da tentativa de suicídio da moça é que ela lutava contra um quadro grave de depressão.

A campanha Setembro Amarelo tem como principal objetivo conscientizar a sociedade de que a depressão é uma doença silenciosa e muito perigosa. Se não tratada, pode levar um paciente a viver em uma situação praticamente desumana.

Várias celebridades já afirmaram ter sofrido do problema. O apresentador da Band, Ricardo Boechat revelou que precisou se afastar do “Jornal da Band” por conta da doença. O cantor Lucas Lucco também falou em entrevista sobre isso, de acordo com ele, a depressão não tem cura, apenas tratamento. Sua forma de vida, rotina e alimentação conseguiram mudar o quadro.

Se você está passando por esse tipo de problema, é mais que necessário procurar ajuda o quanto antes. Existem formas de ajuda por telefone, Skype e até o Google dá resutados do Centro de Valorização da Vida, o CVV. O número é 141 e o site é o cvv.org.br.

As organizações são, em sua maioria, sem fins lucrativos e tem como maior objetivo ajudar pessoas que estão passando por momentos de dor.






Fonte: News 365///////////blogdowilsonfilho

Temer libera R$ 1,02 bilhão para parlamentares


Mal a segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República chegou à Câmara e Michel Temer já reabriu os cofres. Mandou ladrilhar, com o patrocínio do déficit público, a trilha que leva ao funeral das novas acusações. O custo inicial do enterro será de R$ 1,02 bilhão. O dinheiro será usado para pagar emendas que os parlamentares enfiaram dentro do Orçamento da União.
A infantaria legislativa do governo celebra a novidade como um sinal de boa vontade. Mas os aliados de Temer acharam pouco. Realçam que o enterro agora será coletivo: além das acusações contra o presidente, terão de sepultar imputações dirigidas a dois ministros palacianos: Eliseu Padilha e Moreira Franco. Pior: o Planalto exige que a lápide desça sobre a cova tripla numa única votação.
Temer, Padilha e Moreira são acusados de compor a organização criminosa do PMDB. O presidente acumula também a imputação de obstrução da Justiça. Estudo jurídico feito pela assessoria da Câmara a pedido do presidente da Casa, Rodrigo Maia, anota que a votação única para a trinca de denunciados seria o procedimento mais adequado. Ouviram-se fogos no Planalto. Entretanto, auxiliares de Temer ainda temem enfrentar problemas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).
Primeiro estágio do funeral, a CCJ é presidida pelo deputado mineiro Rodrigo Pacheco. Embora seja filiado ao PMDB, partido dos encrencados, o personagem revelou-se um correligionário duro de roer no processamento da primeira denúncia, aquela que acusava Temer de corrupção passiva.
À procura de um deputado “independente” para exercer a atribuição de relator, Pacheco ainda não excluiu a hipótese de desmembrar as denúncias: Temer numa votação, os ministros em outra. Para evitar surpresas, Temer talvez tenha que enfiar a mão um pouco mais fundo no bolso do contribuinte.
Fonte: Uol Notícias

Quantas vezes você reutiliza a lâmina de barbear? Respeitar o prazo de validade é mais importante do que você pensa!

Foto: Reprodução
Saiba que o uso deve vir acompanhado de muita prudência.
Se a lâmina de barbear é sua primeira opção quando o assunto é depilação, saiba que o uso deve vir acompanhado de muita prudência.

Primeiramente, considere que aquela mistura por vezes deixada na lâmina, de sabonete, pelos e água, é a casa de inúmeras bactérias.

Logo, recomenda-se que, entre três ou cinco vezes de uso, dependendo da região depilada, ela seja descartada.

Por exemplo, se o uso é feito para a região genital, o recomendável é que após três depilações a lâmina seja jogada fora.
  
Dito isso, na lista abaixo você confere três problemas que podem ocorrer em razão do reaproveitamento ilimitado de lâminas de barbear:

1 – Bactérias


O uso indiscriminado da lâmina de barbear pode gerar um ambiente perfeito para a proliferação das bactérias. Isto inclui células mortas da pele, pelos e resto de produtos de higiene.

2 – Foliculite


A foliculite é uma irritação de pele que vem acompanhada de inúmeras bolinhas temporárias e por vezes dolorosas.

Quando a lâmina está com o corte cego acaba provocando uma inflamação em volta dos folículos.

Se o problema é somado ao ambiente úmido e quente do banheiro, isso é perfeito para a proliferação de bactérias que irão dar origem ao problema.

3 – Infecções localizadas

Fotos: Reprodução 

Além do problema da foliculite, a lâmina velha pode resultar em pequenas infecções localizadas.

Porque tende a machucar a pele, e mais uma vez somada a presença das bactérias, a lâmina pode ser a chave para pequenos traumas que resultarão em infecções maiores. 

Jornal Ciência 

Robôs sexuais podem ser invadidos por hackers e matar seus donos. CONFIRA!

Foto: Reprodução

Conforme a tecnologia vai se apossando de tudo na vida das pessoas, os objetos e itens utilizados no dia a dia são cada vez mais conectados, especialmente com os esforços da Internet das Coisas, ligando tudo que nos cerca
Um especialista em tecnologia da Universidade de Deakin, na Austrália, alertou para um grave perigo que pode assolar uma porcentagem da população: robôs sexuais podem ser invadidos e controlados por hackers e podem se tornar um risco para a vida de seus usuários.

Conforme a tecnologia vai se apossando de tudo na vida das pessoas, os objetos e itens utilizados no dia a dia são cada vez mais conectados, especialmente com os esforços da Internet das Coisas, ligando tudo que nos cerca.

Porém, isso acaba servindo também para robôs sexuais, que deixaram de ser meros bonecos infláveis e já podem ser encontrados com uma complexidade assustadora.



Há baixos riscos de acontecer algo como no seriado
“Westworld”: que eles tomem consciência

Com cinco fabricantes no mundo todo, os robôs sexuais podem ser mais ou menos tecnológicos e são vendidos por valores que variam entre US$ 5 mil e US$ 15 mil, ou R$ 15,6 mil e R$ 47 mil. Eles podem ter alguns movimentos para torná-los mais realistas e isso pode ser controlado por aplicativos de smartphone.

Esses robôs – ainda – não são dotados de inteligência artificial, portanto, há baixos riscos de acontecer algo como no seriado “Westworld”: que eles tomem consciência e comecem a perceber como são usados pelo ser humano.

Porém, como qualquer dispositivo ligado à internet, eles podem ser controlados remotamente por um invasor e, a partir daí, a criatividade é o limite para se imaginar o que pode ser feito.

Perigo à espreita


Levando em consideração que até marca-passos podem ser controlados por hackers, o perigo para usuários desses robôs pode ser levado a sério.

Os fabricantes fazem de tudo para fornecer o maior nível de realismo possível para os consumidores, incluindo criar robôs com movimentos, voz e alguns que até simulam orgasmos. A tendência é que eles fiquem ainda mais realistas nos próximos anos.

Cientistas calculam que ainda deve levar pelo menos 50 anos para que robôs possuam um nível de inteligência artificial para que realizem atividades de maneira completamente autônoma.


O especialista em tecnologia da Universidade de Deakin afirmou: "Hackers podem invadir um robô ou um dispositivo robótico e ter o controle total das conexões, braços, pernas e outras ferramentas anexas, como facas ou dispositivos de soldagem.

Uma vez que um robô é invadido, o hacker tem controle total e pode enviar instruções para ele".

Fotos: Reprodução

Para o alívio de muitos, cientistas calculam que ainda deve levar pelo menos 50 anos para que robôs – os normais e os sexuais – possuam um nível de inteligência artificial suficiente para que realizem atividades de maneira completamente autônoma e possam, quem sabe, se tornar um risco de alguma forma para os humanos.

Mega Curioso

Chacina deixa seis mortos na Grande Natal

Foto foi tirada por uma das vítimas pouco antes de os assassinos chegarem (Foto: Divulgação/PM)
Foto foi tirada por uma das vítimas pouco antes de os assassinos chegarem

Seis jovens foram executados a tiros na noite desta sexta-feira (22) dentro de uma casa na comunidade de Santa Maria, em Extremoz, município da Grande Natal. Eles faziam uma pequena confraternização e bebiam quando foram rendidos pelos assassinos. Um deles ainda foi socorrido, mas chegou morto ao hospital. Ninguém foi preso.
Segundo a delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime aconteceu por volta das 21h. Pelo menos 10 homens com armas de grosso calibre participaram da matança. No local, também foram encontradas capsulas de pistola.
Antes de os criminosos invadirem a casa, os jovens chegaram a fazer uma foto registrando a confraternização. A imagem estava no celular de um deles. "Os criminosos chegaram à residência em dois ou três carros. Lá, ordenaram que os rapazes deitassem no chão e atiraram. O estrago foi grande".
Ainda de acordo com a DHPP, ainda não é possível afirmar o que motivou a chacina, mas a polícia investiga a possibilidade de os jovens estarem envolvidos com facções criminosas e consequentemente com o tráfico de drogas.

Forças Federais fazem operação pelo segundo dia seguido na Rocinha


Há uma semana, quadrilhas rivais disputam o controle do tráfico de drogas na favela com tiroteios, provocando pânico nos moradores; bandidos estariam escondidos na mata. As Forças Federais iniciam neste sábado (22) o segundo dia de ocupação da Rocinha, na Zona Sul do Rio. Há uma semana, quadrilhas rivais disputam o controle do tráfico de drogas na favela com tiroteios, provocando pânico nos moradores da região. As incursões na comunidade contam com o apoio de policiais do Batalhão de Choque e do Batalhão de Operações Especiais (Bope). A operação na Rocinha começou nesta sexta-feira (21), às 16h. Houve confrontos entre os policiais e os bandidos, mas ninguém foi preso e os criminosos conseguiram fugir. Segundo as investigações, os traficantes estariam escondidos dentro da mata que fica no alto da favela. Entre eles, de acordo com os policiais, Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, chefe do tráfico no local. Pelo menos 16 criminosos já indentificados que atuam na Rocinha são procurados pela polícia. Todos possuem mandados de prisão expedidos pela Justiça do Rio. Rogério 157 disputa o controle da Rocinha com Antônio Bonfim Lopes, o Nem, preso em um presídio de segurança máxima em Porto Velho, Rondônia. Mesmo detido, Nem ordenou ataques na favela contra o grupo do rival. O delegado titular da 11ªDP (Rocinha), Antônio Ricardo Lima Nunes, informou, no início da noite desta sexta-feira (22), que a Polícia Civil está na fase final da confecção de um mandado de busca e apreensão em casas da favela. “Nós vamos pedir ao Poder Judiciário que conceda buscas e apreensão em residências em áreas conflagradas. Em cima disso, a gente pretende prender outros indivíduos e também pretende apreender armas”, explicou Nunes. Para o delegado, o objetivo desse mandado é dar legalidade às ações da Polícia. “Nós vamos poder acessar as residências com ordem judicial, independente da vontade do morador”, completou.

Pescadores capturam peixe gigante no Ceará



Dois pescadores capturaram um peixe gigante na Praia do Iguape, localizada no município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. O feito foi realizado na última quarta-feira, 20, pelos irmãos Gilmárcio Carneiro Rocha, de 29 anos, e Gilmaicon Carneiro Rocha, de 27 anos. A informação é do O Povo.

De acordo com Gilmárcio Carneiro, o peixe é de uma espécie conhecida popularmente como Camurupim. O animal media pouco mais de dois metros de comprimento e pesava 69 quilos e 800 gramas.

Segundo Gilmárcio, o peixe foi pescado a sete quilômetros da costa e foram necessárias mais de três horas e meia para conseguir capturar o pescado. “Ele fisgou a linha no início da manhã, mas só às 11h20 conseguimos fazer com que ele ficasse cansado para colocarmos dentro do barco”, afirma.

Após limpo, quando são retiradas as escamas e as partes que não servem para comercialização, o peixe gigante pesou 55 quilos e foi vendido a um comerciante pelo valor de R$ 680, que foi dividido entre Gilmárcio, o irmão e o pai, que é o dono da embarcação que eles usavam.

De família tradicional de pescadores, Gilmárcio pesca há 15 anos, em uma rotina que se inicia às 5 horas da manhã e se encerra às 15 horas, durante seis dias por semana. Devido à experiência, o pescador não se admirou com o tamanho do peixe capturado e disse que já pegou maiores. “Há cerca de três anos pesquei um peixe que pesava 80 quilos. De julho até dezembro é normal aparecerem peixes daqueles por aqui”, disse.

Ceará registra 2.957 casos de suicídios em cinco anos


suicidio
Um dado devastador, porém silenciado pelos inúmeros estigmas que o cercam, foi divulgado de forma inédita, ontem (21), pelo Ministério da Saúde. Quase 3.000 mil cearenses tiraram a própria vida em um período de apenas cinco anos. O número faz parte do primeiro Boletim Epidemiológico de Tentativas e Óbitos por Suicídio no Brasil, que reúne estatísticas de 2011, ano em que o suicídio tornou-se agravo de notificação obrigatória, até 2015. No ranking nacional, o Ceará revela um triste quadro: é o primeiro Estado no Norte e Nordeste em quantidade de registros, e o quinto no País. A informação é do Diário do Nordeste.

O lançamento do relatório acontece durante as mobilizações do Setembro Amarelo, movimento que, ao longo deste mês, promove ações de conscientização sobre o assunto. Associados, em geral, a transtornos de saúde mental, os óbitos têm aumentado em todas as unidades da federação. No Ceará, o número de casos passou de 579, em 2011, para 603, em 2015.

Analisando o perfil das vítimas, o boletim revela que os homens são maioria nos casos de suicídio no Brasil (79% do total). No entanto, a maior parte das pessoas que tentam tirar a própria vida são mulheres (69%). Elas também são as mais reincidentes nas tentativas (31,3%).

Conforme explica o psiquiatra Fábio Gomes de Matos, coordenador do Programa de Apoio à Vida (Pravida) do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), o suicídio tem múltiplas causas, podendo envolver fatores de ordem clínica, como o diagnóstico de doenças crônicas (câncer, HIV, lúpus); social, a exemplo do desemprego e questões de relacionamento; e/ou psicológica, como depressão, abuso no consumo de álcool e drogas, transtorno de personalidade e esquizofrenia.

Depressão

"Nós dizemos que o suicídio é a doença dos D's: desesperança no futuro; desamparo, desespero, desemprego, divórcio, dependência química, depressão. Tudo isso está relacionado", afirma o psiquiatra.

Embora os homens sejam os que mais concretizam o ato, as mulheres lideram as tentativas pois estão submetidas a cargas psicológicas e sociais mais fortes, destaca o coordenador do Pravida. "Para as mulheres, há muita dificuldade de gerenciar todas as demandas que delas são esperadas, como ser boa mãe, boa filha, boa esposa, boa profissional, boa dona de casa", diz.

O boletim do Ministério da Saúde também revela que, dentre as faixas etárias, os idosos com mais 70 anos aparecem com a maior taxa de mortalidade. Segundo Fábio Gomes de Matos, casos do tipo são comumente associados a perda de companheiros. "Eles perdem a companhia e não conseguem encontrar outras pessoas. Quando encontram, os filhos são contra, falam que só os querem por dinheiro, por exemplo", afirma.

Polícia prende cinco suspeitos de envolvimento no roubo a banco em Novo Oriente


Operação conjunta da Polícia Militar e Polícia Civil, por meio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), resultou na prisão de cinco pessoas envolvidas na explosão e roubo a uma agência bancária no município de Novo Oriente, na madrugada da última quarta-feira (20).

Os suspeitos estavam em um hotel na cidade de Morada Nova, na região do Baixo Jaguaribe, e, segundo os agentes de segurança, já planejavam um novo ataque.

De acordo com o comandante do Batalhão de Choque, Henrique Bezerra, a PM recebeu a informação de que os suspeitos haviam dado entrada em um hotel em Morada Nova. Prontamente, o Cotar foi acionado e fez um cerco ao local, culminando na prisão de cinco homens. Outros suspeitos conseguiram fugir.

Com os indivíduos a polícia encontrou pistolas calibre .40 e revólveres, além de muito dinheiro queimado, o que deixa claro o envolvimento na explosão do banco. 

Os suspeitos foram identificados por: Edson Erisson Silva Freitas, de 19 anos; Francisco George Constantino de Oliveira, de 29 anos; Hideljackson Florencio Sales (19); Acelio Saraiva Filho (19) e Mateus Nobre Rabelo, de 20 anos. 

Ainda segundo a polícia, além do dinheiro e do armamento apreendido, os suspeitos também estavam com vários aparelhos eletrônicos roubados de uma loja em Novo Oriente.

Vacina contra zika desenvolvida no Brasil previne doença na gestação


A vacina contra zika desenvolvida pelo Instituto Evandro Chagas (IEC),vinculado ao Ministério da Saúde, apresentou resultado positivo nos testes em camundongos e macacos. A aplicação de uma única dose da vacina preveniu a transmissão da doença nos animais e, durante a gestação, o contágio de seus filhotes. É um dos mais avançados estudos para a oferta de uma futura vacina contra a doença para proteger mulheres e crianças da microcefalia e outras alterações neurológicas causadas pelo vírus. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (22) pela revista Nature Communications.

Os testes pré-clínicos foram realizados simultaneamente no Instituto Nacional de Saúde (NIH), Universidade do Texas e Universidade Washington, dos Estados Unidos, todos parceiros da pesquisa. Os testes obtiveram sucesso em seu objetivo, que é impedir que o vírus zika cause microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central tanto nos camundongos quanto nos macacos. Já os testes em humanos devem ser realizados, a partir de 2019, na Fiocruz/Biomanginhos, no Rio de Janeiro.

Do grupo controle que não tomou a vacina, as fêmeas de camundongos tiveram aborto por conta da transmissão do vírus zika ou seus filhotes nasceram com microcefalia e outras alterações neurológicas.

ESTERILIDADE EM MACHOS – Além dos testes em fêmeas, foram realizados testes em camundongos machos. Um dos achados científicos inéditos é que o vírus zika pode ser capaz de causar esterilidade. A infecção nos animais reduziu consideravelmente a quantidade de espermatozoides, a mobilidade deles (ficaram praticamente imóveis) e o tamanho dos testículos (atrofia). Esses testes não foram realizados nos macacos.

No entanto, não é possível afirmar que esse efeito também se aplique aos seres humanos. O diretor do Instituto Evandro Chagas (IEC), Pedro Vasconcelos, ressalta que é preciso mais estudos para entender a dimensão deste problema. “Há uma preocupação de que esse achado evidencie que possa ocorrer um impacto similar entre os seres humanos, contudo ainda não há nenhum estudo que demonstre isso”, pontuou o diretor Pedro Vasconcelos.

A pesquisa não chegou a testar a capacidade dos animais de engravidarem fêmeas após os danos constatados nos testículos. Por isso, de acordo com o diretor do IEC, Pedro Vasconcelos, ainda não é possível apontar o impacto de esterilização nesses animais. “Estamos iniciando um novo experimento nesse sentido para verificar o impacto desta esterilidade na copulação dos animais. O que se sabe é que há uma grande quantidade de vírus na excreção do esperma, que significa que o vírus tem bastante capacidade de se replicar, causando a destruição das células que resulta em diminuição (atrofia) dos testículos e, consequentemente, a esterilidade”, concluiu o diretor do IEC.

Os testes da vacina que está sendo desenvolvida pelo IEC em parceria com os institutos norte-americanos também tiveram sucesso na proteção de animais machos. Além de demonstrar efetividade entre as fêmeas de camundongos e macacos, prevenindo a transmissão do vírus zika aos seus bebês, a vacina foi capaz de impedir danos aos testículos dos camundongos machos vacinados.

A parceria para essa pesquisa foi firmada em fevereiro de 2016 a partir de acordo internacional visando o desenvolvimento de vacina contra o vírus zika. O Ministério da Saúde vai destinar um total de R$ 7 milhões nos próximos cinco anos (até 2021) para o desenvolvimento e produção da vacina. O imunobiológico em desenvolvimento utiliza a tecnologia de vírus vivo atenuado de apenas uma dose, já que vacina com vírus vivo são altamente capazes de estimular o sistema imunológico e proteger o organismo da infecção.

Mansão de Cabral avaliada em R$ 8 milhões será leiloada em outubro

Depois de condenado a 45 anos de prisão por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro, o ex-governador Sérgio Cabral perderá parte de seu patrimônio. No próximo dia 3 de outubro, acontecerá o leilão de sua mansão à beira-mar em Mangaratiba, avaliada em R$ 8 milhões, e de uma lancha, avaliada em R$ 4 milhões.
O leilão será realizado no Foro da Justiça Federal, na Avenida Venezuela, no centro do Rio de Janeiro. Também vão ser leiloados três automóveis, avaliados em R$ 240 mil, R$ 120 e R$ 76 mil.
Quem se interessar, também poderá tentar adquirir uma moto aquática, no valor inicial de R$ 45 mil, e um barco de pequeno porte, no valor de R$ 50 mil.
Se não for alcançado o valor mínimo, um segundo leilão acontecerá no dia 11 de outubro, quando os bens poderão ser arrematados por 80% de seu valor, que terá de ser pago à vista.
A decisão de leiloar os bens do ex-governador foi proferida em junho pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal. A esposa de Cabral, Adriana Ancelmo, também foi condenada e recebeu pena de 18 anos e três meses de reclusão.
Cabral é condenado a 45 anos de prisão por crimes investigados pela Calicute - No início da noite de quarta-feira (20), o juiz federal Marcelo Bretas,  da 7ª Vara Federal Criminal, responsável pelas investigações relacionadas à Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, condenou o ex-governador Sérgio Cabral a 45 anos e dois meses de reclusão, além do pagamento de uma multa, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.
Cabral foi condenado por crimes investigados através da Operação Calicute, um desmembramento da Operação Lava Jato que investiga um esquema que desviava verbas de contratos do governo do RJ com empreiteiras. Essa é a segunda condenação do ex-governador. Além dele, a sentença condena outras 11 pessoas por participar do esquema que desviava verbas de contratos do governo estadual. (Veja a Sentença Aqui)
 Informações com Agência Brasil via Jornal do Brasil

Placar no STF vira e 5 ministros votam a favor de ensino religioso em escola pública


Ao prever que a matrícula na disciplina de ensino religioso será facultativa, a Constituição Federal resguardou a laicidade do Estado e a liberdade de crença da população. Assim, não faz sentido alterar a interpretação vigente da Constituição e aplicar o ensino não-confessional no Ensino Fundamental nas escolas públicas do Brasil.

Com esse argumento, o ministro Dias Toffoli julgou “totalmente improcedente” a ação direta de inconstitucionalidade proposta pela Procuradoria-Geral da República contra trechos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação e no acordo firmado entre o Brasil e a Santa Sé (Decreto 7.107/2010).

Na sessão do Supremo Tribunal Federal desta quinta-feira (21/9), os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, assim como Toffoli, discordaram do relator, Luís Roberto Barroso, e viraram o placar para 5 a 3 no sentido de desprover a ADI apresentada pela PGR.

A ADI, sustentou Toffoli, só deveria ser provida se houvesse uma mudança do retrato atual da sociedade brasileira em relação a 1988, quando a Carta atual passou a vigorar. Números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entretanto, indicam que o comportamento da população não mudou, uma vez que 92% declararam-se adeptos a alguma religião.

“Pressupostos culturais da sociedade de hoje continuam os mesmos e os dados mostram isso”, garantiu. E não se trata, disse, de defender posição majoritária em detrimento da minoria religiosa, pois o Estado não é inimigo da fé e leva em consideração os sentimentos religiosos de cada um. Além disso, a relação da igreja católica com o Estado é regrada em 186 países do mundo e não há inconstitucionalidade nisso, disse, em relação ao acordo de Santa Sé.

Gilmar, por sua vez, citou diversos tratados internacionais e decisões de cortes de direitos humanos que não veem no ensino confessional ou interconfessional uma afronta à liberdade religiosa. Ele leu trechos da Constituição em que Deus é citado e afirmou que isso não retira a laicidade do Estado, uma vez que a religião cristã faz parte da cultura do país. A tentativa de implantar o modelo não confessional, disse, seria uma forma de o Estado tutelar a religião.

Ele também ironizou os argumentos que buscam impedir a interação entre religião e a sociedade. “Aqui me ocorre uma dúvida interessante: será que precisaremos em algum momento chegar ao ponto de discutir a retirada a estátua do Cristo Redentor do morro do Corcovado, por simbolizar a influência cristã em nosso país? Ou a extinção do feriado de Nossa Senhora de Aparecida? A alteração dos nomes dos estados? São Paulo passaria a se chamar Paulo? Santa Catarina passaria a se chamar Catarina? E o Espírito Santo? Poderia se pensar em espírito de porco ou em qualquer outra coisa. Portanto, essas questões têm implicações”, avaliou.

O modelo não confessional consiste na exposição neutra e objetiva da prática, história e dimensão social das diferentes religiões, incluindo posição não religiosas. Fosse assim, disse Gilmar, tornaria-se uma aula de filosofia ou sociologia e se perderia a figura do ensino religioso previsto na Constituição.

No modelo confessional, uma ou mais confissões são objeto de promoção; no interconfessional, o ensino de valores e práticas religiosas se dá com base em elementos comuns entre credos dominantes na sociedade.

Para Lewandowski, a Carta, em harmonia com o entendimento internacional sobre o tema firmado em cortes europeias de direitos humanos, estabeleceu parâmetros precisos que, por si só, são suficientes para garantir o respeito integral aos direitos e interesses de todos que frequentam a escola pública. Além de defender a facultatividade da disciplina, ele também afirmou que o aluno deve poder pedir desligamento dessas aulas a qualquer tempo.

“Isso porque, diante da delicadeza do tema, se o docente não for suficientemente sensível a diferenças religiosas ou se o programa apresentar caráter sectário, a dispensa dos alunos sem nenhum tipo de impedimento constitui garantia à liberdade de crença”, afirmou.

Ele também defendeu que não há incompatibilidade entre democracia e religião no Estado laico, ao contrário, ambas devem ser parceiras na busca pelo bem comum. “A laicidade não implica no descaso estatal com as religiões, mas sim na consideração com as diferenças, de maneira à Constituição prever a colaboração do interesse público e as crenças”, considerou.

Autorizar o ensino confessional, frisou, em nada ofende o dever de neutralidade do Estado, ainda que algumas religiões possam ser predominantes. O propósito da educação é fornecer aos alunos o conhecimento necessário para compreensão dos valores e o papel da religião no mundo. “Não cabe ao STF mudar o regramento para o ensino religioso nas escolas públicas, pois, por mais analítica que seja a CF, o texto foi adequadamente parcimonioso”, disse.

Até o momento, os ministros Alexandre de Moraes, Luiz Edson Fachin, Gilmar, Toffoli e Lewandowski votaram pela improcedência da ação; Luiz Fux, Rosa Weber e o relator, Luís Roberto Barroso, foram no sentido contrário. A decisão só vale para alunos do Ensino Fundamental de escolas públicas e não alcança colégios particulares.

Fonte: Conjur

MATANÇA: Polícia registra 18 duplos homicídios em 20 dias setembro


Faltando apenas 101 dias para o fim de 2017, o Ceará já acumula, nada menos, que 3.531 casos de assassinatos, entre homicídios, latrocínios (roubos seguidos de morte) e lesões corporais que resultaram em óbito. A projeção matemática – levando em conta uma média de 404,3 casos/mês registrada entre janeiro e agosto - é de que o estado “feche” o ano com aproximadamente 4,8 mil assassinatos. Neste mês de setembro, em 20 dias, foram registrados 296 casos.

Além da “explosão" dos índices de assassinatos em 2017 em comparação ao ano passado, outro fato tem chamado a atenção das autoridades da Segurança Pública: o alto número dos chamados homicídios múltiplos, aqueles em que há mais de uma vítima. Somente em 21 dias de setembro, foram registrados 18 duplos assassinatos no estado, sendo sete em Fortaleza/Capital, seis em Municípios da Região Metropolitana (RMF) e mais quatro no Interior (três no Interior Norte e um no Interior Sul).

Veja a lista dos casos de duplos homicídios no Ceará em setembro:

1 – (02/09) – Francisco Gleiciano da Silva, 29 anos; e Antônio Victor de Brito Lima, 17 anos, foram mortos, a tiros, na Rua Jerônimo de Carvalho, na cidade de CHOROZINHO.

2 – (02/09) – Anderson Carneiro de Sousa e 20 anos; e Francisco Állysson Teixeira, 19, foram mortos, a tiros, no bairro Cacimbão, em PARAIPABA.

3 – (05/09) – José Rayan Freitas, 20 anos; e João Batista de Oliveira, 20 anos, foram mortos, a tiros, no Município de ITAREMA.

4 – (07/09) – Mateus de Brito Gomes, 19 anos; e Josiano Henrique da Silva, foram mortos, a tiros, na Rua Joaquim Figueiredo, em ITAITINGA

5 – (08/09) – Carlos Renê Rodrigues e Cristina Coelho de Andrade foram assassinados, a tiros, na localidade de Ilha do Rato, na periferia de ACARAÚ. 

6 – (09/09) – Brasarlindo França Silva e José Fernandes Pereira Neto, 20 anos, foram mortos, a tiros, na Avenida do Comércio, Distrito Amanari, no Município de MARANGUAPE.

7 – (10/09) – Luiz Lourenço da Silva (policial militar) e um bandido não identificado foram mortos, em meio a uma troca de tiros durante tentativa de assalto, no Montese, CAPITAL.

8 – (10/09) – Pedro César Parente Rodrigues e o menino Kauã de Assis Lopes, 10 anos, são baleados e mortos no “Bar da Tripa”, na periferia da cidade de JAGUARIBE.

9 – (16/09) – Evilásio Ferreira da Silva, 16 anos; e João Gabriel Carvalho Li,a 17, foram mortos, a tiros, na Rua Cristais Paulistas, no bairro passaré, na CAPITAL.

10 – (17/09) – Alexsandro Nascimento Moura, 17 anos; e outro jovem não identificado, foram mortos, a tiros, nas margens da BR-020, bairro Carrapicho, em CAUCAIA.

11 – (17/09) – Regivan Carneiro das Neves e outro homem, não identificado, foram mortos, a tiros, em uma residência na Rua Santiago do Chile, bairro Itambé 2, em CAUCAIA.

12 – (17/09) – Luzaria Rodrigues dos Santos, 16 anos; e Karolina Morais de Melo, 17, foram seqüestradas, torturadas e mortas, a tiros, no Morro de São Tiago, comunidade das Goiabeiras, na Barra do Ceará, CAPITAL.

13 – (17/09) – Dois homens, ainda não identificados, foram mortos, a tiros, e arrastados para as margens da Lagoa do Pici, e carbonizados, na Rua Cláudio Manuel, no bairro Pici, CAPITAL.

14 – (17/09) – Dois homens, ainda não identificados, foram mortos, a tiros, na comunidade do Lagamar, no bairro Tauape, na CAPITAL.

15 – (18/09) – Samuel Marques Rebouças e Eduardo da Silva Oliveira foram mortos, a tiros, na Avenida Zezé Diogo, no bairro Cais do Porto/Serviluz, na CAPITAL.

16 – (18/09) – Um homem e uma mulher, ainda não identificados, são mortos, a tiros, num ponto de ônibus na Rua Tebas, na Comunidade Jardim Jatobá, bairro Siqueira, na CAPITAL.

17 – (19/09) – Os corpos de dois jovens, identificados por Everson e Ramon (desaparecidos desde março, do bairro Parque Dois Irmãos, em Fortaleza), foram localizados enterrados (mortos a tiros) em covas rasas no Município de ITAITINGA.

18 – (21/09) – Os corpos de uma mulher e seu filho foram encontrados, com marcas de tiros, nas margens de uma estrada de terra no Distrito de Juatama, no Município de QUIXADÁ.

Fonte: Blog do Jornalista Fernando Ribeiro

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Funaro diz que Temer, Cunha e Alves levaram R$ 250 milhões da Caixa, diz jornal




Fátima Meira/Futura Press//////////
O doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador financeiro do PMDB, afirmou que o grupo político formado pelo presidente Michel Temer e os ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves recebeu cerca de R$ 250 milhões em propinas decorrentes de créditos da Caixa Econômica Federal, repassados pelas vice-presidências de Pessoa Jurídica e Fundos de Governo e Loterias, segundo reportagem do jornal O Globo.
As áreas foram controladas pelo PMDB e comandadas pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso no início deste mês, e Fabio Cleto.
Funaro fechou um acordo de delação premiada já homologado pelo Supremo Tribunal Federal. De acordo com ele, Cunha funcionava como um “banco de propina” para deputados e, depois, virava “dono” dos mandatos de quem era beneficiado.
Segundo o jornal, o doleiro afirmou não saber exatamente o valor da propina repassada a Cunha, “mas sabe que este sempre distribuía parte da propina recebida com Henrique Eduardo Alves e Michel Temer, fora outros deputados aliados”.
A assessoria do Planalto afirmou ao Globo que “o valor da delação e das palavras do doleiro Lúcio Funaro é zero, como já registrou a própria Procuradoria-Geral da República”.
Para o Grupo J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, Funaro relatou que foram liberados cerca de R$ 3,04 bilhões em troca de propinas.
Procurados pelo jornal, os advogados de Eduardo Cunha não retornaram. A defesa de Geddel Vieria Lima afirmou que não se manifestaria sobre um documento ao qual não teve acesso. A defesa de Henrique Eduardo Alves afirmou que não é verdade que ele tenha recebido qualquer propina de operações da Caixa e desafia a provarem o contrário.
Já a J&F informou que os colaboradores apresentaram documentos que complementam os esclarecimentos prestados à Procuradoria-Geral da República e segue à disposição da Justiça.

Greve dos Correios atinge 20 estados e o DF, diz federação dos trabalhadores


A greve dos Correios começou às 22h de terça-feira (19) e atinge 20 estados e o Distrito Federal, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

A paralisação envolve os trabalhadores dos sindicatos de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Brasília (DF), Campinas (SP), Ceará, Espírito Santo, Goiás, Juiz de Fora (MG), Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Ribeirão Preto (SP), Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Maria (RS), Santos (SP), São José do Rio Preto (SP), Sergipe, Santa Catarina, Uberaba (MG) e Vale do Paraíba (SP).

Segundo a Fentect, a paralisação é parcial, com redução de funcionários nas agências.

Já os Correios informaram que a paralisação não afeta os serviços de atendimento e está concentrada na área de distribuição.

Dos 31 sindicatos ligados à Fentect, somente três ainda não realizaram assembleia: Acre, Rondônia e Roraima.

As agências franqueadas não estão participando da greve. Atualmente, são mais de 6.500 agências próprias dos Correios pelo país, além de 1 mil franqueadas.

Segundo a Fentect, foram mais de 50 dias de negociação, sem sucesso. Entre os motivos da greve estão o fechamento de agências por todo o país, pressão para adesão ao plano de demissão voluntária, ameaça de demissão motivada com alegação da crise, ameaça de privatização, corte de investimentos em todo o país, falta de concurso público, redução no número de funcionários, além de mudanças no plano de saúde e suspensão das férias para todos os trabalhadores, exceto para aqueles que já estão com férias vencidas.

Além da Fentect, outra federação representa os trabalhadores da categoria, a Federação Interestadual dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect). A entidade diz que ainda está negociando com a empresa e aguarda o fim da apresentação da proposta, marcada para esta quinta-feira (21).

Agências abertas

Os Correios informaram que a paralisação parcial não afeta os serviços de atendimento e que todas as agências, inclusive nas regiões que aderiram à greve, estão abertas e todos os serviços estão disponíveis.

Segundo a estatal, a paralisação está concentrada na área de distribuição — levantamento parcial realizado na manhã desta quarta mostra que 93,17% do efetivo total está trabalhando, o que corresponde a 101.161 empregados, número apurado por meio de sistema eletrônico de presença.

Ainda de acordo com os Correios, as negociações com os sindicatos que não aderiram à paralisação ainda estão sendo realizadas esta semana.

“Os Correios continuam dispostos a negociar e dialogar com as representações dos trabalhadores na busca de soluções que o momento exige e considera a greve um ato precipitado que desqualifica o processo de negociação e prejudica todo o esforço realizado durante este ano para retomar a qualidade e os resultados financeiros da empresa”, informou em nota.

Ceará

Em nota, os Correios afirmam que a paralisação dos empregados é parcial no Ceará e que não afeta os serviços de atendimento da empresa. A nota diz, ainda, o movimento está concentrado na área de distribuição — levantamento parcial realizado na manhã desta quarta-feira mostra que no Ceará, 87,9% dos empregados estão presentes e trabalhando – o que corresponde a 2.289 empregados em atividade.

Fonte: G1